Após matar esposa, chef russo mobiliza internet por desaparecida

O caso ganhou repercussão devido ao empenho do marido – no caso, o assassino – em descobrir o paradeiro de sua esposa no Facebook.

Após mobilizar cerca de 1.500 pessoas na Internet, o chef de cozinha Alexei Kabanov, 38, confessou ter assassinado a esposa Irina Cherska, 39. O crime aconteceu no início de janeiro na Rússia e ganhou repercussão devido ao empenho do marido ? no caso, o assassino ? em descobrir o paradeiro de sua esposa no Facebook.


Após matar esposa, chef russo mobiliza internet por desaparecida

A campanha ganhou força porque Kabanov é muito conhecido na região por ter criado um espaço literário para as pessoas passarem o tempo. Kabanov começou suas postagens na rede social com ?Amigos! Minha esposa Ia desapareceu?. A história logo chegou às rádios e jornais. Sem contar com os folhetos feitos para divulgar o desaparecimento de Irina Cherska que foi espalhado pelas ruas.

Um tempo depois o cozinheiro postou um resumo do caso ?ela saiu de casa na manhã de 3 de janeiro e não voltou mais. A polícia está procurando. Eles disseram que ela vai voltar e tudo ficará bem. Mas com o passar do tempo, começo a perder a esperança. Para a situação ficar clara, devo dizer que ela saiu depois de uma briga, mas só consigo acreditar que ela apenas saiu sem me falar. Se alguém souber de algo, por favor me avisem se ela está bem?.

A desconfiança começou quando as pessoas perceberam que apesar de postar sobre o assunto e pedir ajuda constantemente, Kabanov não tomava nenhuma iniciativa para procurar a esposa. Segundo a polícia, outro sinal suspeito foi o fato do criminoso se referir à vítima sempre no passado. Acredita-se que a polícia estava monitorando a página e o telefone do suspeito. E que assim foi interceptada uma conversa entre o chef e sua amante.


Após matar esposa, chef russo mobiliza internet por desaparecida

Quando a polícia ouviu a conversa em que Kabanov pedia o carro da amante emprestado, foi decidido dar o flagrante. O detetive foi atrás do homem e pediu para revistar a mala do carro que continha algumas sacolas plásticas. Foi então que Alexei Kabanov confessou ter estrangulado a esposa, esquartejado o corpo e colocado nas sacolas.

Alexei Kabanov foi preso sem reagir e agora cumprirá 15 anos de prisão sob a acusação de assassinato. Alexei e Irina tinham três filhos ? dois do casal e um do primeiro casamento de Irina. As crianças foram removidas da casa e passarão a viver com parentes próximos.

Fonte: tech tudo