Apple Brasil explica os motivos para aumento de preços de seus produtos

. A empresa alega que os responsáveis diretos, como se esperava, foram os impostos brasileiros

A Apple Brasil está com produtos mais caros, e já se sabe o motivo para isso. A empresa alega que os responsáveis diretos, como se esperava, foram os impostos brasileiros: um deles, mais especificamente o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, que é mais conhecido como ICMS.


Apple Brasil explica motivo para aumento de preços de seus produtos

No último dia 1º de abril, houve um aumento de 50% na alíquota de ICMS cobrado em São Paulo. Segundo a Apple, isso afetou diretamente o preço que ela tem que colocar em sua linha de produtos. Em posicionamento oficial, a companhia destaca que não havia outra alternativa.

?O preço da maioria dos produtos Mac subiu recentemente em virtude de um aumento de 50% na alíquota de ICMS cobrado pelo Estado de São Paulo. Tal aumento entrou em vigor no dia 1º de abril. Nós trabalhamos duro para oferecer aos nossos clientes brasileiros os melhores preços em todos os produtos da Apple, mas o aumento do ICMS esta semana fez esse aumento no preço ser inevitável?, diz o comunicado.


Apple Brasil explica motivo para aumento de preços de seus produtos

A empresa frisou ainda que há uma grande diferença de preços entre os produtos que a Apple fabrica no país e os que são importados, novamente, dando destaque ao fato de o país cobrar impostos altos para a importação. Segundo a Apple, este é o motivo de haver uma variação alta de preços entre alguns modelos.

?Alguns produtos da Apple vendidos no Brasil são fabricados localmente e os outros são importados. Aqueles que importamos, incluindo o iPhone 5s, estão sujeitos a impostos de importação. É por isso que os preços do iPhone 5s no Brasil são mais elevados do que os do iPhone 5c e do iPhone 4s, por exemplo?, afirma a nota.

Toda a linha de iPods sofreu com aumentos de, pelo menos, 7%, enquanto os MacBooks e Macs em versões desktops sofreram aumentos de, no mínimo, 10%. Em média, pode-se notar que os valores aumentaram pouco mais de 11%. Nos iPhones e iPads, a empresa não realizou alterações.

Os casos mais relevantes são do iPod Touch de 16 GB, que custava R$ 899 e agora sai por R$ 1099 (22,25% de variação) e do iPod Touch de 32 GB, que foi de R$ 1199 para R$ 1499 (20,86%). Entre os Macs, o MacBook Air de 11 polegadas com 256 GB era R$ 4999 e agora está R$ 5599 (12%).

Fonte: techtudo