Para concorrer com Windows, Apple deve baratear MacBook Air

Para concorrer com Windows, Apple deve baratear MacBook Air

A decisão de diminuir o preço do dispositivo tem a ver com uma concorrência mais pesada

A Apple deve ceder ao mercado e baixar em US$ 200 o preço do novo MacBook Air, que, segundo o jornal El Pais e o site da revista Wired, pode chegar ao mercado em setembro deste ano. Atualmente, o aparelho, em seu modelo mais básico, custa mais de US$ 1 mil.

A decisão de diminuir o preço do dispositivo tem a ver com uma concorrência mais pesada em relação aos fabricantes de PCs e de ultrabooks - os notebooks mais potentes e mais finos, principalmente com a chegada em breve do novo sistema operacional da Microsoft, o Windows 8, que deve dar um novo fôlego ao mercado.

Além disso, como aponta o jornal El Pais, que cita fontes familiares ao assunto, baixar o preço do MacBook é uma esperança, para o mercado, para combater a febre dos tablets - iniciada, recentemente, pela própria Apple após o lançamento do iPad.

O site Wired alerta, no entanto, que, embora faça sentido para a Apple querer derrubar o preço de um de seus gadgets mais desejados para se posicionar melhor no mercado, é melhor que os usuários não esperem um computador completamente remodelado.

Além do Windows 8, a revitalização do mercado de ultrabooks, ainda segundo o El Pais, conta com a ajuda da Intel, que agrupou dentro de seu leque companhias como Toshiba, Dell, Acer, HP, Asus, Lenovo e Samsung.

Fonte: Terra