Apple e Samsung são convocadas para coibir roubo de celular nos EUA

Fabricantes devem criar tecnologias para bloquear aparelhos roubados

Ministérios Públicos dos Estados Unidos querem acabar com o mercado de venda de smartphones roubados. Para isso, convocaram as maiores fabricantes de smartphones querem que as quatro maiores fabricantes de celulares trabalhem com agências do governo para coibir a ação de ladrões de celular.

Os órgãos lançaram nesta quinta-feira (13), a iniciativa Secure Our Smartrphones (SOS, Salve nossos Smartphones), que convocou Apple, Google/Motorola, Samsung e Microsoft para colaborar com o fim do roubo de celulares.

Anunciada pelos procuradores-gerais de Nova York, Eric Schneiderman, e de San Francisco, George Gascón, a coalização pretende fazer as companhias implantarem nos celulares o chamado ?kill switch?, uma tecnologia que permita ao usuário desabilitar o aparelho caso seja roubado.

A expectativa é que deixando o aparelho inativo, a atratividade do crime diminuirá. Segundo uma reportagem da revista "Time", Nova York viu os furtos de celular crescerem 40% em 2012, ano em que 1,6 milhão de americanos foram vítimas do crime.

Um outro estudo citado pelos Ministérios Públicos aponta que celulares roubados custam aos consumidores US$ 30 bilhões ao ano. Um dos objetivos do SOS também é entender como o roubo de aparelhos tem afetado as decisões dos fabricantes de celular.

113 smartphones/minutos

?A violência epidêmica nas ruas envolvendo o roubo e a revenda de dispositivos móveis é uma real e crescente ameaça nas comunidades em toda a América?, afirmou Schneiderman, em nota.

?De acordo com relatórios, em torno de 113 smartphones são roubados ou perdidos a cada minutos nos Estados Unidos, com muitos dos quais roubados com o uso da violência?, acrescentou o procurador-geral de NY.

?Essa coalização nacional de líderes está comprometida a fazer de tudo ao nosso alcance para encorajar a indústria a serem corporações cidadãs e tomar decisões responsáveis para garantir a segurança dos consumidores.?

?A indústria do celular não pode ignorar que os roubos de smartphones são um crime que pode ser consertado por uma solução tecnológica?, disse George Gascón, em comunicado.

Algumas iniciativas da indústria já apontam na direção dos objetivos do SOS. O novo iOS, sistema operacional da Apple, lançado na última segunda-feira (10), trará para iPhones e iPads o recurso "Activation Lock".

Com ele, se um iPhone for roubado, o usuário poderá apagar todo o conteúdo do celular e o ladrão não poderá mais reativá-o, a não ser que insira o Apple ID do dono do celular, composto por e-mail e senha.

Fonte: G1