Apple volta a ser maior fabricante mundial de smartphones em 2012

Apple volta a ser maior fabricante mundial de smartphones em 2012

Empresa havia sido ultrapassada pela Samsung no terceiro trimestre.

A Apple recuperou no quarto trimestre do ano passado o posto de maior vendedora de smartphones em todo o mundo, à frente, por uma pequena margem, depois de perder mercado para a Samsung no trimestre anterior, de acordo com a Strategy Analytcs e a IHS iSuppli.

Mas a gigante sul-coreana foi líder de mercado no ano de 2011, vendendo quase 100 milhões de smartphones durante o ano. A Samsung chegou a alcançar 20% de parcela de mercado ano passado, em comparação à presença de mercado de 19% da companhia de Cupertino.

Vale lembrar que essa ultrapassagem aconteceu no terceiro trimestre principalmente porque os consumidores esperavam pelo iPhone 4S, e o lançamento da Apple, no fim do ano, acabou criando uma demanda tremenda pelo novo modelo. Além da competição de mercado, Apple e Samsung se enfrentam em batalhas legais envolvendo patentes, com a primeira tentando bloquear os produtos da segunda em diversos mercados.

As vendas globais de smartphones cresceram 54%, atingindo a marca recorde de 155 milhões de unidades no quarto trimestre, conforme dados da Strategy Anatytics. A Apple, por sua vez, vendeu 37 milhões de aparelhos nesse período, cerca de 128% mais do que o mesmo período do ano passado. Já as vendas da Samsung aumentaram 241%, totalizando 36,5 milhões de unidades.

A Nokia viu sua parcela de mercado no ramo de smarphones despencar de 33% em 2010 para 16% em 2011, principalmente por conta de um portfólio de celulares touchscreen sem brilho e presença limitada no mercado norte-americano, apontou a Strategy Analytics. A parceria da multinacional finlandesa com a Microsoft estará no centro das atenções durante este ano, e a indústria irá observar se as duas companhias podem crescer no mercado de aparelho 4G LTE, que está emergindo rapidamente nos EUA, Japão e outros lugares do mundo.

Outras empresas que fabricam celulares Android como a Sony Ericsson e a Motorola não acompanharam a forte performance da Samsung durante o quarto trimestre do ano passado ou mesmo durante todo o ano, indicando que o mercado de celulares com a plataforma da Google está se tornando muito saturado, ?com muitos licenciados competindo por consumidores e espaços limitados nas prateleiras?, observou a IHS iSuppli.

A Sony Ericsson vendeu 9 milhões de aparelhos no fim de 2011, o que representa uma diminuição de 20% ano após ano, citando competição acirrada e erosão de preços como razões para os resultados ruins. Os resultados da empresa no último trimestre, que incluíram perdas líquidas e queda na receita, mostraram as dificuldades de muitos fabricantes que dependem do Android em seus smartphones.

No último trimestre de 2011, foram vendidos 445 milhões de dispositivos móveis (categoria que inclui celulares comuns e smartphones), um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior. A Nokia se mantém líder com 25,5% de parcela de mercado no último trimestre, e termina 2011 com 27% de presença durante todo o ano, mas , esses resultados representam uma queda de mais de 30% em comparação a 2010, afirmou a Strategy Analytics. Na segunda posição está a Samsung, seguida pela Apple.

Fonte: Uol-idgnow