Apps "parasitas" roubam bateria de Android para produzir moeda digital

A ameaça foi encontrada em apps como o TuneIn Radio e o Football Manager Handheld, baixados em sites fora do Google Play.

Um novo ataque hacker está tentando usar milhares de smartphones Android para produzir moedas digitais em segredo. O malware, descoberto pela empresa de software de segurança Trend Micro, pode ser instalado no smartphone ou tablet por apps de fora da Play Store, mas há relatos de vítimas com baixados dentro da própria loja do Google.

Segundo o relatório, o malware aproveita o poder de processamento do smartphone infectado sempre que o aparelho é conectado à tomada, pois a mineração de bitcoins consome muita energia. Dessa forma, a detecção do problema se torna mais difícil.

A ameaça foi encontrada em apps como o TuneIn Radio e o Football Manager Handheld, baixados em sites fora do Google Play. No entanto, aplicativos como Songs e Prized ? Real Rewards & Prizes também foram afetados, mas o Google já retirou os dois programas de sua loja oficial.

A Trend Micro explica que o ataque já pode ter rendido algum dinheiro aos hackers, mas a mineração de bitcoins em smartphones não é eficiente devido à baixa capacidade de processamento dos dispositivos móveis.

?Os usuários também podem notar rapidamente o comportamento estranho dos hackers: carregamento lento e telefones excessivamente quentes, tornando a presença do malware não tão discreta?, explica um analista de ameaças em dispositivos móveis da empresa.

Ao perceber se o carregamento do smartphone demora demais ou provoca aquecimento demasiado, existe a possibilidade de o celular ter sido infectado. Nesses casos, uma restauração de fábrica é o procedimento mais seguro a se tomar.

Fonte: Tech Tudo