Com sirene, aplicativo para iPhone fotografa ladrões e bisbilhoteiros

O programa cria uma área sigilosa dentro de seu smartphone, protegida por senha.

Você tem um (a) namorado (a) ciumento (a) que adora mexer no seu iPhone? Está preocupado com a possibilidade de alguém furtar seu aparelho? Se a resposta para alguma das perguntas foi ?sim?, vale conhecer o aplicativo Kit de Segurança, da iCandy. Compatível com o celular da Apple, ele custa US$ 0,99.

O programa cria uma área sigilosa dentro de seu smartphone, protegida por senha. A sacada é que ele pode disparar um alarme bem barulhento caso alguém pegue o aparelho sem autorização. Ele ainda pode tirar fotos de quem tenta furtar ou desbloquear seu aparelho. Para começar a utilizar o aplicativo, é preciso criar seu código secreto, composto pela sequência de movimentos do dedo na tela.

?Cofre?

Essa senha vai proteger seus documentos considerados sigilosos, como vídeos, fotos, anotações e contatos. Fotos daquela pessoa que seu (sua) namorado (a) detesta? Pode mandar para essa área. Baixou um vídeo para maiores e não quer que seu filho veja? Esse é o lugar. Logicamente, esses arquivos não são exibidos nas áreas tradicionais do sistema operacional, como o Rolo de Câmera ou a área Vídeos, por exemplo.

Se o usuário desejar, sempre que alguém tentar inserir um código de desbloqueio e não conseguir, uma imagem do ?bisbilhoteiro? será capturada, com data, horário e local.

Sirene

E tem mais: o aplicativo permite programar o aparelho para alertar o dono se alguém tentar levá-lo sem autorização. Ele inclui um sistema de alarme (com oito opções bem barulhentas, indo de sirene a buzina de caminhão), acionado pelo sensor de movimento do smartphone. Basta alguém pegá-lo sobre a mesa, por exemplo, para que dispare. Além do som, o flash do celular fica piscando sem parar e o aparelho tira fotos automaticamente.

Vale a pena?

O Kit de Segurança traz ferramentas legais, mas precisa de alguns aprimoramentos. Para começar, as fotos capturadas em tentativas de invasão poderiam ser enviadas automaticamente por e-mail. Além disso, ele não permite que você importe vários contatos de uma vez, e seu tocador interno de vídeo não possui sequer um botão para avançar ou retroceder (isso sem falar que a imagem sumiu nos testes ao tocar duas vezes na tela).

E o pacote de segurança fica devendo uma ferramenta para o caso -- mesmo com o alarme ? de alguém levar o aparelho. Para evitar esse tipo de problema, o melhor é adotar o serviço gratuito Find my iPhone (Buscar iPhone), oferecido pela Apple. Depois de configurá-lo, você consegue ver em um mapa, em qualquer computador, onde está seu smartphone. Essa ferramenta gratuita já levou vários criminosos para cadeia.

Fonte: UOL