Bicicleta elétrica conceitual deixa o usuário conectado às redes sociais

Além de toda a tecnologia, bicicleta tem visual apelativo

O designer Sheng-Chieh Chang criou uma bicicleta elétrica conceitual bem completa, perfeita para uso urbano. O projeto prevê, inclusive, o uso de um aplicativo para smartphone para que o ciclista se mantenha conectado às redes sociais. Os usuários podem, então, compartilhar pontos de interesse na cidade e interagir. Com o nome de Gusto Orcinus E-Bike, a bicicleta é de fibra de carbono e pode ser dobrada para ser acomodada discretamente no trabalho ou em casa.


Bicicleta elétrica conceitual deixa o usuário conectado às redes sociais

No guidão, há um espaço para que o ciclista posicione seu celular, que passa a servir como painel. É possível, por exemplo, usar o GPS do telefone ou o aplicativo pensado para criar uma rede entre os usuários da bike elétrica.

Para dar uma força extra a cada pedalada, a bicicleta conta com um complexo sistema de transmissão. Além do motor elétrico e baterias removíveis, Sheng imaginou um câmbio continuamente variável: em resumo, independente da circunstância, a tecnologia encontra sempre a melhor relação de marchas para o momento, privilegiando torque e conforto simultâneamente.

Mais do que um simples devaneio de design, a Sheng já possui um protótipo totalmente funcional da bike, que, segundo o projetista, foi inspirada em baleias assassinas e em seu perfil bicolor. Apesar de já existir uma unidade, não há previsão de que o modelo seja produzido em larga escala.


Bicicleta elétrica conceitual deixa o usuário conectado às redes sociais

Bicicleta elétrica conceitual deixa o usuário conectado às redes sociais

Fonte: Tech Tudo