BRICs perdem oportunidades na internet, segundo estudo

Brasil estaria em 65º lugar em "prontidão para a conectividade", segundo Forum Economico Mundial

Os grandes emergentes dos BRICs - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - estão ficando para trás quando se trata de explorar as oportunidades oferecidas pela internet e pelas tecnologias de informação e comunicação, revelou nesta quarta-feira um estudo do Fórum Econômico Mundial.

Os países desenvolvidos lideram o índice batizado de "prontidão para a conectividade" (networked readiness), que mede a capacidade de um país para aproveitar as novas tecnologias vinculadas à internet.

O país do bloco mais bem colocado no ranking do Fórum é a China, na 51ª posição. A Rússia ocupa a 56ª, o Brasil, a 65ª, a Índia, a 69ª e a África do Sul, a 72ª.

Embora o BRICs se mostre um bloco muito competitivo em termos globais, sofre um "handicap" na adoção de novas tecnologias de informação e comunicação, alertou o relatório, intitulado "Viver em um mundo hiperconectado" ("Living in a Hyperconnected World), que aponta, entre outras razões para o atraso, a falta de profissionais qualificados e deficiências no meio institucional para as empresas.

A Suécia lidera o ranking, à frente de Cingapura, Finlândia, Dinamarca, Suíça, Holanda e Noruega. Os Estados Unidos ocupam o oitavo lugar, o Canadá o nono e o Reino Unido encerra a lista dos dez primeiros.

O índice combina dados disponíveis publicamente com opiniões de uma consulta feita com mais de 15.000 executivos.

Fonte: AFP