Canal com receitas gordurosas tem 400 mi de views no YouTube

Canal com receitas gordurosas tem 400 mi de views no YouTube

A página é um culto aos alimentos gordurosos que (quase) todos gostam, porém não podem comer diariamente

A alimentação saudável é uma das grandes preocupações da sociedade atual, mas não para os rapazes do canal Epic Meal Time ("Hora da Refeição Épica" em tradução livre) no YouTube. Esta página é um culto aos alimentos gordurosos que (quase) todos gostam, porém não podem comer diariamente. E talvez seja por isso que faz tanto sucesso no portal de vídeos: mais de 2,4 milhões de pessoas já se inscreveram no canal que tem um total de quase 400 milhões de views.

O objetivo dos responsáveis é simples: a cada semana, eles competem para fazer o prato mais junk food possível, utilizando o máximo de ingredientes gordurosos. Harley Morenstein, de 26 anos, morador do Canadá, foi o criador da página. Segundo o fundador, a cada ?episódio? da série ele e seus amigos gastam cerca de US$ 1.000 (R$ 2.000). No entanto, graças ao alto número de visitas, a equipe vendeu mais produtos e já está conseguindo uma espécie de ?patrocínio?.

O canal atualmente tem 93 vídeos, que mostram como preparar receitas bem esquisitas como sanduíches com pasta de amendoim, geleia e creme de chocolate com avelã; lasanhas recheadas com 45 hambúrgueres; pizza com hambúrger; sanduíches gigantes com queijo derretido; além de um peru de Dia de Ação de Graças recheado com os mais variados ingredientes.

"Bebida, câmeras, muita comida, amigos... E simplesmente surgiu a ideia e fizemos o upload para o YouTube. Fizemos um vídeo de hambúrgueres em pizzas e subimos para o site, apenas por diversão. Não imaginávamos que seria tão popular. Tivemos centenas de milhares de visitas e percebemos o sucesso que estava sendo. Foi tudo mais rápido do que poderíamos imaginar", disse Harley Morenstein, fundador do canal, em entrevista ao canal What"s Trending.

"Sempre aparece alguém mais certinho reclamando, dizendo que não são coisas saudáveis, mas nem ligo. Acho que as pessoas gostam porque nós estamos fazendo justamente o oposto disso. Mas estou sempre atento a todas opiniões. Tenho um perfil no Twitter com mais de 100 mil seguidores e procuro ler o máximo de mensagens possíveis, sejam elas positivas ou negativas", completou Morenstein.

Confira abaixo um exemplo de video do canal, e por favor, não tente isso em casa:

Pizza de Carne

Fonte: Tech Tudo