Chega ao Brasil coleira QR Code que armazena dados dos animais

Chega ao Brasil coleira QR Code que armazena dados dos animais

Donos de animais de estimação podem contar com um novo recurso para cuidar de seus pets: uma medalha de identificação com QR Code.

Donos de animais de estimação podem contar com um novo recurso para cuidar de seus pets: uma medalha de identificação com QR Code.

A novidade será oferecida no Brasil por duas empresas a partir do fim deste mês. As tags de alumínio darão acesso a uma página do bichinho, que mostrará informações como o contato do dono, telefone do veterinário, alergias e foto, entre outros dados.

Nos dois casos, as medalhas ainda terão gravadas um endereço de internet, para permitir o acesso ao site sem que seja necessário ter um smartphone com aplicativo que leia o QR Code.

A FurCode, americana trazida ao Brasil pelo empresário Celso Grande, oferece a possibilidade de tornar as informações armazenadas públicas ou privadas. Dessa forma, é possível inserir os dados do pet, mas deixá-los visíveis somente se o animal se perder, por exemplo.

A empresa garante gratuitamente uma nova tag em caso de perda ou danos. O serviço custará R$ 49,90, e as medalhas podem ser encomendadas pelo email [email protected]

Criada no Rio Grande do Norte, a Meu Peludo tem como projeto unir o serviço de identificação a uma nova rede social, em que os donos poderão compartilhar fotos.

De acordo com Sérgio Oliveira, cofundador da empresa, as tags serão vendidas pela internet, por R$ 9,90 --preço de lançamento. Após realizar o pedido, o dono recebe login e senha para acessar o site e associar o QR Code ao perfil. Também disponibilizará serviço de geolocalização, mostrando onde o código do animal foi lido.

Thiago Sancho é dono de Ricco, cachorro da raça shih-tzu de três anos que recebeu microchip aos dois meses.

Desde que ganhou de um amigo uma medalha da FurCode, diz sentir-se mais seguro. "Gostei da ideia porque é simples, posso atualizar os dados pela internet. Qualquer um pode identificar o Ricco e me avisar onde ele está."

Fonte: Folha Tec