Dez dicas para proteger seus dados e fotos do celular; confira!

Muitas pessoas não tomam os cuidados necessários para evitar que casos como esses se repitama

Recentemente, supostas fotos íntimas com a atriz Carolina Dieckmann aparecendo nua vazaram na Internet. Além da atriz, outras celebridades como Heather Morris, Scarlett Johannson e Rihanna já passaram por esse problema.

Mas não são só os famosos que sofrem com a invasão de privacidade. Muitas pessoas não tomam os cuidados necessários para evitar que casos como esses se repitam. Se você quiser proteger melhor seus dados, siga as dez dicas de segurança que o TechTudo preparou para impedir que seu celular seja invadido.

10 ? Instale um antivírus

Vírus para smartphones não são tão comuns quando os de computadores, mas eles existem. Isso não significa que você pode ficar tranquilo, afinal vez ou outra há quem descubra alguma brecha para invadir o seu smartphone. Por isso, use um bom antivírus!

No Android, a dica é instalar o avast! Mobile Security. Já o iPhone e o iPad usam uma plataforma fechada e, por isso, são mais livre de vírus. Há, no entanto, alguns apps de segurança disponíveis, como o Virus Barrier, que impede seu iPhone/iPad de enviar vírus de Windows ou Mac para seu computador via Dropbox ou e-mail.

09 ? Desative uploads automáticos

Alguns aplicativos realizam uploads automáticos para redes sociais ou algum serviço de nuvem. Isso é possível no Dropbox e Google+, por exemplo. É uma função bem prática, mas que pode acabar publicando na internet alguma fotografia indiscreta. Desabilite-a para evitar surpresas desagradáveis.

No Android, vá ao menu ?Configurações?, depois clique em ?Contas e sincronização? e então escolha qual app você quer desativar esta função. No iPhone/iPad, mexa no menu de cada app para desconfigurar o upload automático. No Dropbox, por exemplo, vá em ?Preferences?, clique na aba ?General?, e depois desmarque a opção ?Enable camera upload?.

Lembre-se ainda de não tirar fotos íntimas com celulares dos outros, se

não quiser que as imagens caiam nos perfis deles.

08 ? Não use aplicativos suspeitos

Cuidado ao instalar aplicativos. Alguns deles são maliciosos e podem acessar dados em seu celular, incluindo suas fotos pessoais. Pesquise bem a origem dos programas oferecidos para smartphone em sites confiáveis como o TechTudo ou procure se informar com gente que entende do assunto. Conferir o número de downloads, outros apps da mesma empresa, ou os comentários dos usuários também são ótimas dicas.

07 ? Não mantenha a mesma senha para tudo

Nunca, nunca mesmo, repita uma senha. Embora o Facebook, Google ou outras grandes empresas tenham um sistema de segurança confiável, aquele fórum pequeno sobre games que você se registrou há muito tempo e nunca mais usou pode não ser seguro. E, se um hacker invadi-lo e descobrir sua senha, poderá entrar no seu perfil em vários sites, caso você não siga essa dica.

06 ? Desconfie de links

Controle a curiosidade e desconfie sempre que encontrar links para fotos de celebridades nuas ou ao receber e-mails dizendo que você ganhou algum prêmio. Provavelmente é uma armadilha que faz o usuário baixar algum vírus capaz de destruir o seu smartphone e até roubar os seus dados. Tente confirmar a veracidade das informações. Nessas horas, o bom senso sempre é uma ótima defesa.

05 ? Nunca forneça seus dados pessoais

Muito cuidado com o phishing, prática criminosa onde pessoas são induzidas a fornecer seus dados pessoais. Isso é comum com e-mails que sugerem algum problema na sua conta do banco ou naquelas mensagens que prometem mudar a cor do seu Facebook ou Orkut. Em hipótese alguma ofereça credenciais como nome de usuário e senha para alguém. As empresas sérias não costumam pedir esse tipo de informação.

04 ? Evite acessar redes wi-fi desprotegidas

Um sinal de wi-fi desprotegido não é só um risco para quem o mantém, mas também para quem o acessa. Alguns hackers podem pegar os dados de seu smartphone quando o dispositivo se conecta a mesma rede. Assine algum plano 3G para ter acesso à internet e evite ao máximo entrar em redes públicas.

03 ? Mantenha seus aplicativos e sistema operacionais atualizados

Não ponha a mão no fogo pela proteção oferecida por grandes empresas. Afinal, são elas os principais alvos dos hackers mais destemidos e talentosos. Felizmente, muitas companhias monitoram de perto seus serviços e constantemente atualizam seus aplicativos e sistemas operacionais para corrigir alguma falha, antes que ela cause problemas aos usuários. Por isso, nunca ignore as notificações de atualizações recebidas, mesmo que elas não tragam nenhuma função adicional.

No Google Play do Android, vá ao menu ?Meus aplicativos? para saber quais deles já possuem atualização disponível. Normalmente, isso é realizado automaticamente, porém alguns apps exigem que isso seja feito manualmente porque o usuário precisa autorizar um novo tipo de acesso aos seus dados (por exemplo, ler seus contatos).

Na App Store do iPhone/iPad, clique no ícone ?Atualizações?. Depois, clique em ?Atualizar Todos?.

02 ? Mantenha o bluetooth desligado

A conexão via bluetooth é algo raramente utilizado pela maioria dos usuários de celular. Por isso, não custa nada deixá-lo permanentemente desligado. Além de economizar a bateria do celular, dificulta que hackers invadam os seus dados.

No Android, vá ao menu ?Configurações?, depois em ?Redes sem fio e outras? e desmarque a opção ?Bluetooth?. No iPhone/iPad, clique em ?Geral? e depois em ?Bluetooth? para poder ligá-lo e desligá-lo.

01 ? Ative autenticadores de login

O Facebook e o Google, entre outras empresas, oferecem diversas maneiras de impedir que alguém invada sua conta, mesmo que descubram sua senha! Geralmente, isso funciona através do envio de códigos para seu e-mail ou por SMS para seu celular, que deverão ser utilizados para acessar o seu perfil (além da senha tradicional).

No Google, entre nesse link, digite suas credenciais e siga as instruções para ativar o autenticador. No Facebook, habilite as notificações e ativações de login através deste link.

Fonte: Tech Tudo