Em polêmico game, jogadores podem ter escravas sexuais

Em polêmico game, jogadores podem ter escravas sexuais

Jogadores de Star Wars: The Old Republic torturam suas escravas

Um ponto está causando um pouco de controvérsia no lado sombrio da Força em Star Wars: The Old Republic. Jogadores que escolheram seguir o caminho dos Sith conseguem ganhar sua própria escrava, Vette, podendo então torturá-la e humilhá-la.

Os Siths, que seriam o equivalente aos Jedis, porém no caminho do mal, recebem de seus mestres sombrios a personagem, uma caçadora de tesouros escravizada. Eles a carregam com eles, mantendo o controle dela através de um cordão que desfere choques elétricos e sujeitando-a às condições que quiserem.

Os jogadores têm a escolha de tratá-la bem e fazer com que ela os siga espontaneamente, mas é difícil encontrar um desses exemplos no servidor do jogo. As opções de humilhação vão longe, permitindo que se bata nela, a deprecie em conversas com outros Siths e até mesmo a force a assistir o jogador fazendo sexo.

Qualquer um que tenha visto ao menos o terceiro filme, O Retorno de Jedi, lembra que a própria Princesa Leia passou por isso nas mãos de Jabba, o Hutt. Porém, parece problemático colocar o jogador como o torturador, especialmente quando ninguém planeja salvar a escrava.

Fonte: Tech Tudo