Europeus protestam contra acordo antipirataria na internet

Na Áustria, 6 mil pessoas protestaram nas principais cidades do país

Milhares de internautas se manifestaram neste sábado (11) nas grandes cidades da Alemanha e em outros países da Europa contra o acordo multilateral contra a pirataria Acta (Acordo Anti-Pirataria, da sigla em inglês), segundo os organizadores e a polícia.

Munique concentrou a maior manifestação alemã, com 16 mil pessoas. Outras 10 mil desfilaram em Berlim, 5 mil em Hamburgo (norte), 4 mil em Dortmund (oeste), 3 mil em Frankfurt (centro) e 3 mil em Dresde (leste).

A Alemanha anunciou na sexta-feira que suspendia no momento a ratificação do acordo.

Na Áustria, 6 mil pessoas protestaram nas principais cidades do país, 3 mil delas na capital Viena, segundo a polícia, 4,5 mil, segundo os organizadores.

Em Sofia, a capital búlgara, mais de 3 mil pessoas se uniram ao dia de protestos contra o Acta, e várias cidades do país também protestaram.

Centenas de pessoas também encheram as ruas em Paris para protestar contra o acordo, assinado no final de janeiro de 22 países da União Europeia. Protestos também aconteceram na Lituânia.

O Acta cria normas internacionais para a proteção da propriedad intelectual e dos direitos autorais e tem como objetivo lutar contra a pirataria num sentido mais amplo. Seus críticos denunciam um grave ataque contra a liberdade de expressão e os direitos dos internautas.

Fonte: G1