Conheça o Facebook Home, que muda completamente a cara do Android

Conheça o Facebook Home, que muda completamente a cara do Android

A ideia de Mark Zuckerberg é trocar a cara dos telefones com Android - o sistema móvel do Google -, colocando um visual completamente readaptado

Apesar de começar o evento anunciando "nós finalmente vamos falar sobre o telefone do Facebook", o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, mostrou algo muito mais ousado em um evento nesta quinta-feira (4): o Facebook Home. O novo aplicativo faz uma personalização agressiva nos telefones com Android, mudando praticamente todo o visual do sistema para que o usuário tenha uma interação completa com os seus amigos e sua timeline.

Além do visual, a rede social apresentou um programa de parceria com diversas fabricantes para lançar smartphones com o novo visual por padrão, e o primeiro deles será o HTC First, um telefone de US$ 99 compatível com redes 4G.

Depois de inúmeros rumores sobre o possível lançamento de um smartphone, a rede social enfim revelou seus planos para este mercado. A ideia de Mark Zuckerberg é trocar a cara dos telefones com Android - o sistema móvel do Google -, colocando um visual completamente readaptado por eles.


Facebook Home muda totalmente a cara do Android; HTC First será o primeiro a usar

Se você tem um smartphone Android, em breve poderá usar o Facebook Home de graça. Oficialmente ele estará disponível a partir do dia 12 na loja de aplicativos Google Play, mas apenas cinco dispositivos serão compatíveis: HTC One X, Samsung Galaxy S3, Galaxy Note 2, Galaxy S4 e HTC One. Zuckerberg prometeu que novos dispositivos serão adicionados a lista de compatibilidade com o tempo, assim como novas melhorias serão adicionados ao longo do ano.

O Facebook Home nada mais é um aplicativo que mudará o visual do Android; um "tema", como chamávamos antigamente. Graças às funcionalidades abertas pelo Google em seu sistema, é possível baixar outros aplicativos que substituem certas funções do telefone, como a tela inicial e a tela de bloqueio. Nesta modificação, o Facebook priorizou a interação com o conteúdo da rede social e com os seus amigos, diminuindo, por outro lado, o destaque dado aos aplicativos.

Uma das modificações mais notáveis está na chamada "Cover Feed", um substituto para a tela de bloqueio do telefone. A aposta do Facebook é usar esta tela para mostrar a sua timeline.

Por ela é possível curtir e comentar os status e as fotos dos seus amigos, bastando empurrar a tela para os lados para navegar pelas novidades dos seus amigos.

O menu de aplicativos continua muito parecido com a do Android original, apenar de muito mais simples e menos poluído. Ali, também, foi colocado algumas opções de interação com a rede, com botões para atualizar o status, postar fotos e dar check-ins.

Outras funcionalidades não apresentadas, como a galeria de fotos, o aplicativo de câmera e o menu de configurações, continuam iguais aos originais do Android. Este tipo de aplicativo não é capaz de mexer internamente na estrutura do sistema.


Facebook Home muda totalmente a cara do Android; HTC First será o primeiro a usar

Além do novo visual, a interação com as mensagens foi repensada no Facebook Home. Para isso, inventaram uma espécie de widget - um pequeno recurso interativo que ocupa apenas uma parte da tela -, capaz de criar pequenos balões de conversação sobre os aplicativos.

Assim, quando algum amigo seu te mandar um SMS ou uma mensagem pelo Messenger, do Facebook, será exibido um pequeno balão de interação com uma foto do contato e o número de mensagens enviadas. É possível movêr este balão para qualquer canto da tela, e ao clicar sobre ele será possível ter acesso a um chat, onde você poderá respondê-lo sem fechar o aplicativo que você estava usando.

Apesar de não ser oficialmente o "telefone do Facebook", o novo HTC First, anunciado durante o evento, será o primeiro smartphone a adotar a nova personalização de forma padrão. O HTC será compatível com 4G e será vendido a US$ 99 a partir do dia 12 de abril.

O HTC First é apenas o primeiro telefone a adotar este novo estilo. No evento, Mark Zuckerberg explicou que a personalização para Androids estará disponível para vários dispositivos, e que diversas fabricantes criarão seus próprios smartphones com o visual do Facebook por padrão.


Facebook Home muda totalmente a cara do Android; HTC First será o primeiro a usar

Outro dado interessante a respeito do First é que, além de ser o primeiro modelo que já traz o launcher do Facebook de fábrica, o smartphone também será o pioneiro a vir com o app Instagram pré-instalado no sistema.

Rumores

O Facebook já havia garantido que grandes novidades para a plataforma móvel do Google seriam anunciadas, mas ao longo da semana vazaram imagens das atrações da ocasião. Na terça-feira (2) chegou a vazar imagens do HTC First, e na quarta, imagens do launcher. As três fotos mostraram uma prévia do que conhecemos hoje, com uma interface bem parecida com o Android "puro" do Google, mas com algumas funções extras do Facebook.

Histórico

Os rumores sobre o lançamento de um smartphone produzido pelo próprio Facebook já figuram na mídia internacional há mais de dois anos. A maior parte das notícias indicavam que a rede social entraria no mercado de hardware, assim como fez a Amazon com o lançamento do Kindle Fire. Em julho de 2012, no entanto, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, calou as especulações declarando que ?Não faria muito sentido? lançar um aparelho.

Na mesma época da declaração, o Facebook já dava sinais de que investia pesado nos dispositivos móveis. A rede social havia acabado comprado o Instagram, e pouco depois anunciou uma parceria com a Apple, colocando sua rede no coração do iOS, com compartilhamento de imagens e status nativo no sistema.

No mercado, já era sabido que metade dos acessos de seus usuários tinham como origem os smartphones e celulares. Mas havia um grande problema que eles não solucionavam: o Android. O evento de hoje teve a função de mostrar o que a rede social preparou para este sistema.

Fonte: tech tudo