Facebook pede desculpas por anúncio que mostrava imagem de jovem morta

A foto da jovem Rehtaeh Parsons junto da frase: “Conheça as meninas e mulheres canadenses para amizade, namoro ou relacionamentos”

A foto de uma jovem de 17 anos que se matou em abril deste ano após sofrer bullying virtual foi parar em um anúncio para divulgar uma página de encontros, chamada ionechat.com veiculado no Facebook. O Facebook pediu desculpas por utilizar a imagem da jovem. Um porta-voz da empresa divulgou um comunicado:

"Este foi um exemplo extremamente infeliz de um anunciante utilizando uma imagem da internet para sua campanha. É uma violação clara de nossa política de publicidade e removemos o anúncio permanentemente da conta do anunciante. Nos desculpamos por qualquer dano que essa situação tenha causado", afirma o Facebook no comunicado.

Os anúncios foram descobertos na terça-feira, quando Andrew Ennals, de Toronto, tuitou.

A foto da jovem Rehtaeh Parsons junto da frase: ?Conheça as meninas e mulheres canadenses para amizade, namoro ou relacionamentos?.

A jovem morreu em abril deste ano. Segundo a família, moradora de Nova Escócia, uma das províncias do Canadá, a garota se matou após ser alvo de bullying por meses após ter sido estuprada.

As informações são do Mashable.

Fonte: Terra