Facebook pode comprar Opera e entrar na guerra dos browsers

Facebook pode comprar Opera e entrar na guerra dos browsers

A fonte do Pocket-lint afirma que a compra seria interessante para colocar de vez o Facebook na guerra dos navegadores

Depois de abocanhar o Instagram e outras três empresas, pode ser que o próximo alvo do Facebook seja a Opera Software, companhia que desenvolve navegadores tanto em desktops como em dispositivos móveis ? sejam eles smartphones ou tablets. A informação foi obtida pelo site especializado Pocket-lint nesta sexta-feira (25). O Facebook se recusou a comentar o assunto.

A fonte do Pocket-lint afirma que a compra seria interessante para colocar de vez o Facebook na guerra dos navegadores, atualmente tendo Microsoft e Google como principais protagonistas. No último mês, dados da empresa StatCounter mostraram que o Google Chrome tornou-se o browser mais usado no mundo, tomando para si a coroa do Internet Explorer.

De acordo com o site, a Opera Software atualmente oferece um bom navegador para dispositivos móveis que permanece em franco crescimento ao longo dos últimos anos. Mais de 200 milhões de pessoas utilizam o Opera Mini ou Opera Mobile nos celulares e tablets. Além disso, também existem versões do navegador para tablet e para os PCs nas plataformas da Microsoft e da Apple.

Outra fonte, dessa vez do site The Next Web, afirma que no momento a diretoria da Opera Software conversa com possíveis compradores para a fusão da empresa. A empresa estaria interessada em se associar a algum gigante da tecnologia ou abrir totalmente seu capital na bolsa de valores.

Pouco a pouco, empresas de Internet vêm lançando navegadores próprios. O Google desenvolveu o Chrome e conseguiu coloca-lo na primeira posição em pouquíssimo tempo, sempre utilizando as milhões de páginas vistas diariamente pelos usuários para promover o software. Nessa semana o Yahoo também lançou um navegador, dessa vez para iPad com o diferencial de facilitar a busca por páginas ao oferecer miniaturas delas antes de o usuário clicar e abrir um determinado conteúdo.

Existem sérias dúvidas sobre a capacidade do Facebook gerar receita por meio de sua presença nos dispositivos móveis. Talvez ? por enquanto não passa de um rumor ? a Opera faça parte da estratégia de Mark Zuckerberg para agradar os novos acionistas mostrando resultados positivos.


Facebook pode comprar Opera e entrar na guerra dos browsers, diz site

Fonte: techtudo.com.br