Facebook quer criar computador ecológico feito de papelão; saiba

Rede social quer diminuir geração de resíduos com a troca de servidores por máquinas mais novas

O Facebook lançou um concurso para que jovens pesquisadores criem servidores ecológicos feitos de materiais biodegradáveis. O desafio Open Computer, parte da iniciativa de criação de hardware livre de mesmo nome, tem como primeira tarefa o desenvolvimento de chassis de servidores que possam ser jogados no lixo comum e se decomponham - como uma casca de banana, por exemplo.


Facebook quer criar computador ecológico feito de papelão

Segundo o jornal britânico, a ideia do Facebook é que esses servidores tenham uma estrutura feita de papelão. O site americano, por sua vez, afirma que a rede social teria uma preferência particular por eletrônicos que possam ser dissolvidos.

O concurso, uma parceria com a Purdue University, nos Estados Unidos, desafia os alunos a pensarem não em reciclagem, mas em compostagem. Servidores, trocados em média de quatro em quatro anos para manter alta velocidade e confiabilidade, têm estrutura em aço, material reciclável. "Mas mesmo a reciclagem gera resíduos. O que aconteceria se esses chassis pudessem ser apenas jogados na lixeira?", explica o site da competição.

O lixo eletrônico, composto por placas de circuitos, cabos e carcaças, por exemplo, contém materiais tóxicos, que podem contaminar o solo e a água. O descarte desses equipamentos é diferente do normal, mas pouco acessível, o que faz com que celulares, notebooks e computadores, entre tantos outros gadgets, acabem nas lixeiras comuns, trazendo prejuízos à saúde e ao meio ambiente.

O projeto Open Compute, que assina o concurso, é uma iniciativa do Facebook que busca construir equipamentos mais sustentáveis - tanto em termos de produção quanto de atuação - e ao mesmo tempo mais baratos. O grupo compartilha os desenvolvimentos das empreitadas no modelo de hardware livre, ou seja, de tecnologia sem direitos autorais.

Fonte: Terra