Foto expôs senha do wi-fi de um centro de segurança da Copa

Foto expôs senha do wi-fi de um centro de segurança da Copa

Polícia Federal diz que divulgação não comprometeu a segurança

Uma imagem feita pelo fotógrafo Ed Alves e publicada pela edição online do jornal "Correio Braziliense" no último domingo (22) mostrou uma sala do Centro de Cooperação Policial Internacional, onde atuam profissionais da Polícia Federal responsáveis pela segurança de chefes de estado, e a senha de wi-fi da sala.

A imagem se espalhou na internet e chegou a sites estrangeiros como o "The Register" e "Gizmodo". Chegou a ser publicado na web que ela daria acesso a algum "sistema israelense". A senha, na verdade, é apenas do wi-fi público, destinado para uso de internet a partir de dispositivos particulares dos policiais, como notebooks e celulares.

Segundo a Polícia Federal, a divulgação da senha não comprometeu nenhum sistema da polícia. A senha já não estava mais em uso quando a imagem foi publicada: o código que apareceu no painel é trocado a cada três dias e o registro da imagem foi feito 8 dias antes da reportagem do "Correio Braziliense" publicá-la.

O wi-fi também não dá acesso à rede da PF. De acordo com Roberto Reis Monteiro Neto, perito criminal federal especialista em informática, a rede wi-fi e a rede da polícia estão completamente separadas uma da outra, ou seja, dispositivos que acessam a rede da polícia não estão conectados a essa rede. "O wi-fi só fornece acesso à internet, não dá acesso a nenhum sistema da polícia", diz ele. "Tudo o que está usando essa rede wi-fi são equipamentos trazidos de fora".

A divulgação da senha no painel era uma maneira de mostrar que o acesso existia para os cerca de 100 policiais que chegavam para trabalhar e foi realizada apenas nos dois primeiros dias. A foto foi feita na inauguração da sala.

Para a PF, a divulgação de senha não trouxe nenhum risco de segurança ou problema de sigilo, já que a rede não dá acesso a nenhum sistema da polícia e a senha já havia sido trocada antes mesmo de a foto ser divulgada.

Fonte: G1