Galaxy Note Pro se destaca por ter tela grande e ótima resolução

Galaxy Note Pro se destaca por ter tela grande e ótima resolução

Display de 12.2 polegadas é ideal para assistir a vídeos, ver fotos e fazer apresentações

Uma tela gigante de 12.2 polegadas e resolução de 2560 x 1600 pixels, com belos ângulos de visão. Esta é a característica que mais chama a atenção no Samsung Galaxy Note Pro, tablet da fabricante sul-coreana lançado no Brasil em maio. O display impecável torna o produto ideal para assistir a vídeos e filmes, navegar por fotos e fazer apresentações, sem que se enxergue nenhum pixel.

As especificações do tablet também não deixam a desejar: Android KitKat 4.4, memória RAM de 3 GB, processador quad-core de 2.3 GHz e componentes octa-core (quad 1.9 GHz + Quad 1.3 GHz), que permitem um bom desempenho, com os aplicativos rodando rapidamente. Durante os testes, jogos pesados e aplicativos regulares não tiveram problemas de velocidade.

A conexão 4G além da Wi-Fi permite fazer ligações e enviar mensagens direto do tablet, o que pode não ser tão necessário ou mesmo confortável para uma pessoa em movimento. O que vale da conexão é poder usar a web de qualquer lugar.

O Note Pro tem uma bateria de 9.500 mAh, ideal para suportar principalmente a tela, que consome a maior parte da energia. Em um uso médio, com navegação na web e uso de alguns aplicativos, a bateria durou dois dias.

O gadget ainda conta com uma câmera traseira de 8 MP e frontal de 2 MP e é capaz de gravar vídeos em Full HD. A câmera tira boas fotos e não há o que reclamar dos recursos. O único empecilho é se adaptar ao formato grande do tablet para usá-lo como câmera. Com certeza, não é o aparelho ideal para fotografar na rua.

Aplicações

Das aplicações do modelo, se destacam as voltados para o uso da caneta S Pen, como o S Note. Para quem já conhece a linha Note da Samsung, não há mudanças. O app é bastante completo, com configurações de estilos de escrita e opções de inserir imagens e mapas, por exemplo, para rabiscar e fazer anotações.

A caneta fica guardada em um buraquinho no canto direito superior do tablet e, ao tirá-la de lá, o Comando Suspenso é acionado automaticamente. Esse comando gera atalhos para anotar lembretes, fazer recortes de fotos ou páginas da web para guardar no álbum e escrever comentários na tela. Apesar de ser muito gostoso escrever com a S Pen, não dá para precisar o quão importante é o recurso. Além de anotações em apresentações e documentos e a criação de lembretes, a caneta e o conjunto de apps dela podem cair no esquecimento com o tempo de uso.

Entre outros aplicativos, como os que são padrão do Google, a Samsung adicionou apps de terceiros como Evernote para lembretes, Dropbox para armazenar arquivos na nuvem, Flipboard para leitura de conteúdo, o app do jornal NY Times e aplicativos próprios de trabalho, como o E-meeting para conferências. O Note Pro também tem a interface Magazine UX, uma segunda tela inicial que traz notícias e conteúdos, similar ao Flipboard.

Um dos destaques é a multitela, que permite ao usuário usar até quatro aplicações na mesma tela. Ao deslizar o dedo de leve do lado direito, basta arrastar os aplicativos para o meio e definir o tamanho da parte do display que deseja que eles ocupem. Um recurso bastante útil e que faz falta em outros tablets disponíveis no mercado.

Vale a pena?

O Galaxy Note Pro é um tablet com recursos e especificações ótimas, com destaque para a boa resolução da tela. Pesquisando na internet, a equipe do Terra não encontrou teclados compatíveis com o modelo que poderiam ser acoplados, mas esta seria uma boa opção para transformar o gadget em uma ferramenta mais confortável para o trabalho.

O design dele é elegante e profissional, com o acabamento de couro ecológico na traseira característico dos produtos top de linha da marca. Apesar de ser considerado leve para o seu tamanho (753 g), pode parecer um pouco pesado para quem está acostumado com tablets menores, principalmente na hora de usá-lo no colo.

No Brasil, o Samsung Galaxy Note Pro é vendido por R$ 2.899, a versão 4G com 32 GB de espaço de armazenamento. Um preço bastante pesado, mas o que a fabricante visa é um público heavy user e ligado em tecnologia, que pode utilizar o aparelho até como um substituto do computador, já que une recursos de trabalho e entretenimento. Para quem não precisa de uma tela tão grande, vale recorrer ao irmão menor do Note Pro, o Galaxy Note com tela de 10.1 polegadas. Ele tem especificações muito similares e a versão 4G oferece uma economia de R$ 600 (custa R$ 2.299).

Fonte: Terra