Google garante que não irá favorecer patentes da Motorola

Gigante das buscas anunciou aquisição da Motorola Mobility em agosto

O Google vai licenciar em condições justas e razoáveis as patentes que obteve com a compra da Motorola Mobility, afirmou uma pessoa familiarizada com o assunto, em uma tentativa de acalmar autoridades regulatórias e usuários.

O site líder em buscas na internet enviará uma carta para o instituto regulatório de Telecomunicações da Europa (ETSI, na sigla em inglês) e outras instituições globais, com esse comprometimento, disse a fonte.

O ETSI, uma entidade não lucrativa com membros de 62 países, estabelece padrões de telefonia e internet globalmente.

"Desde que anunciamos nosso acordo para adquirir a Motorola Mobility em agosto passado, fomos questionados se as patentes continuarão a ser licenciadas em termos justos e razoáveis. A resposta é simples: elas vão", afirmou um porta-voz do Google.

O presidente da empresa, Erik Schmidt, afirmou a jornalistas em novembro do ano passado que o grupo não iria favorecer a fabricante de celulares Motorola após completar a aquisição.

A Comissão Europeia, que atua como um órgão regulador da competição na União Europeia, está revisando a transação e deve tomar uma decisão em 13 de fevereiro.

Em agosto de 2011, o Google anunciou a aquisição por US$ 12,5 bilhões para melhorar seu portfólio de patentes e sua competição com rivais da telefonia móvel como Apple. Órgãos antitruste dos Estados Unidos também estão avaliando a operação.

Fonte: G1