Google lança novo Orkut, que terá chat e mais fotos

A equipe do Google trabalhou por cerca de nove meses até chegar nesta nova versão

O Google revelou na manhã desta quinta-feira (29) a nova versão do Orkut, rede social mais utilizada do país. A plataforma foi redesenhada e exigirá mais do navegador do internauta. A empresa sugere que os usuários tenham uma edição atualizada do Chrome, Firefox, Safari ou Internet Explorer.

A equipe global de desenvolvimento do Google trabalhou por cerca de nove meses até chegar nesta nova versão. A migração para ela será realizada por meio de convites --assim como ocorre hoje com o Google Wave. Cada membro do novo Orkut terá 50 convites para distribuir. Até o final do primeiro semestre de 2010, o Google espera que todos internautas já tenham acesso.

Na nova versão, é possível definir que grupos de amigos terão acesso às imagens de seu álbum de foto --inclusive aqueles que não têm acesso à rede social. O Orkut também vai oferecer a possibilidade de escolher a cor da "home-page" de cada cadastrado.

A área de descrição do usuário ("sobre mim") agora suporta fotos, vídeos do YouTube e outros aplicativos. O formato de vídeo também caberá em testemunhos.

Outra ferramenta que chega com a nova versão é o Video Chat, serviço de bate-papo via vídeo que permite aos usuários conversarem com sua rede de contatos sem sair do perfil. A ideia é que o internauta tenha que clicar menos e entrar em menos páginas para interagir com seus amigos.

Além de uma nova interface, a rede social teve seu código reescrito e tornou-se a maior aplicação do mundo baseada em GWT --Google Web Toolkit, a plataforma de desenvolvimento de aplicativos de web desenvolvida pelo Google.

Neste mês, o Google vazou propositalmente uma tela com o novo visual da rede social. A ação fez parte da divulgação do novo Orkut no "boca a boca". No entanto, em poucas horas os internautas notaram que o formato que já circulava na rede é semelhante ao que existe há tempos no Facebook, líder de visitação nas redes sociais dos EUA e pelo mundo.

Apesar de o Orkut ser um produto comandado por escritórios no Brasil e na Índia, a companhia reafirmou que pretende popularizar a rede social em outros países. "Temos a ambição de tornar o Orkut um produto realmente global", disse o diretor-geral da companhia para a América Latina, Alexandre Hohagen, numa apresentação em vídeo.

O Orkut possui mais de 4 milhões de comunidades ativas "diárias" --ou seja, que são atualizadas todo dia.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br