Google quer se tornar operadora wireless, afirma o site Gizmodo

Google quer se tornar operadora wireless, afirma o site Gizmodo

Empresa planejaria estender internet sem fio inicialmente às cidades dos EUA onde já funciona o Google Fiber Leia mais sobre esse assunto em ht

SAN FRANCISCO - O Google quer se tornar uma operadora de telecomunicações wireless. É o que informa o site Gizmodo. Segundo ele, fontes que preferiram não se identificar contaram ao website The Information que a empresa de Larry Page e Sergey Brin pretende oferecer o serviço em áreas onde já funciona o Google Fiber, internet e TV a cabo de ultravelocidade. No momento, o Fiber está presente nas cidades de Austin, Texas, Provo, Utah, e Kansas City, e pretende se expandir para San Jose, Portland, Salt Lake City, Phoenix, Nashville, San Antonio, Charlotte e Atlanta, no território americano.

Segundo analistas, o plano do Google faz sentido, afinal, a gigante de internet já tem a fibra, e seu browser é hoje o mais popular (o Chrome). Também entrou no mercado de smartphones e criou o sistema operacional móvel líder no planeta, o Android. Ser uma operadora wireless é coerente com todas essas etapas. Segundo o Gizmodo, se a aposta vingar, será possível a internautas navegar, telefonar, fazer downloads, mandar mensagens, enfim, fazer tudo on-line sem sair de dentro do ecossistema googleano. Segundo o TechCrunch, o Google já tinha conversado com a Sprint no ano passado sobre a possibilidade de criar uma operadora wireless em cima da rede da empresa.

Certamente a Federal Communications Commission, a Anatel dos EUA, terá de aprovar antes a proposta, se for adiante. Se por um lado ela pode representar mais um tentáculo no já gigantesco escopo de atividades do Google, por outro lado, a concorrência com outras operadoras pode beneficiar o consumidor.

A tendência dos negócios milionários e bilionários nos últimos anos vem se concentrando na seara móvel. A Microsoft comprou o Skype e depois a Nokia, o Google adquiriu a Motorola (depois vendida à Lenovo) e o Waze, o Facebook já é dono do Instagram e do WhatsApp, e a Rakuten comprou o app Viber.

Fonte: OGlobo