Google suspeitava das atividades do Megaupload desde 2007

Os problemas do MegaUpload com a Justiça são bem maiores do podemos imaginar

Os problemas do MegaUpload com a Justiça são bem maiores do podemos imaginar: além de donos milionários, carros extravagantes e acusações de gigantescas fraudes, o processo de 72 páginas contra o site mostram que o AdSense, do Google, suspendeu o pagamento para o MegaUpload por causa de ?conteúdo com direitos autorais?.

O Ars Technica sublinhou o momento no processo:

Em 17 de maio de 2007, um representante do Google AdSense, uma empresa de propaganda em internet, enviou um e-mail para [o fundador do MegaUpload, Kim] DOTCOM intitulado ?Google AdSense Account Status?. No e-mail, o representante dizia que ?[d]urante nossa mais recente revisão de seu site?, os especialistas do Google AdSense encontraram ?numerosas páginas? com links para, entre outras coisas, ?conteúdo com direitos autorais?, e que a partir da data o Google AdSense ?não poderá mais trabalhar com vocês?. O e-mail continha links para exemplos específicos de conteúdo proibido hospedado no Megaupload.com. DOTCOM e seus parceiros continuaram a operar e lucrar financeiramente com o Megaupload.com após receber a notificação.

Como eles fizeram isso? Criaram um sistema próprio de publicidade que rendia mais ainda do que o AdSense para continuar lucrando com a colocação de publicidade nas páginas de download. O interessante da história é que, no caso do AdSense, o Google sempre teve todo o cuidado do mundo para não fornecer dinheiro para empresas com negócios escusos na internet. E desde 2007 até o fechamento do site, o Google entendia que algo bem ruim acontecia na página do MegaUpload. [Ars Technica]

Fonte: Gizmodo