Responsável por morte de jovem que sofria bullying foi encontrado

Responsável por morte de jovem que sofria bullying foi encontrado

“Fomos obrigados a colocar nossas habilidades em prática”, declara Anonymous sobre caso de Amanda Todd.

Os hackers do Anonymous alegam ter localizado o homem responsável pela circulação da imagem dos seios da garota de 15 anos, Amanda Todd, que cometeu suicídio na semana passada no Canadá por não suportar mais ser perseguida na internet por colegas da escola.

A vítima de cyberbullying teria exibido os seios a um homem desconhecido em uma sala de bate-papo. Ele enviou uma mensagem com a foto para familiares e colegas da garota.

Segundo o Huffington Post, o Anonymous ? coletivo de hackers conhecido por ataques a sites do governo e a computadores de pedófilos ? postou na segunda-feira (15) no site pastebin.com a informação de que o responsável por vazar as fotos é um homem de 30 anos de idade que vive em New Westminster, no Canadá.

A publicação o descreve como ?aquele que extorquiu as fotos de Amanda. Este é o pedófilo que convenceu Amanda Todd a se mostrar nua a para ele?.

De acordo com a revista online Vice, os hackers do Anonymous se envolveram no caso após terem visto as imagens da autópsia de Amanda, que se matou enforcada.

O grupo mantem informações que relacionam o suposto responsável com a adolescente e chegaram a publicar o endereço do homem, com imagens do Google Maps. O suspeito também se apresentou na Justiça do Canadá na última segunda (15) sob acusações de assédio sexual a menor de idade. Ele se defendeu dizendo que era apenas amigo de Amanda e que um homem de Nova York seria o responsável pelo caso de cyberbullying.

Em mensagem a uma emissora de TV do Canadá, o Anonymous declarou:

? Nós geralmente não gostamos de lidar com a polícia em primeira mão, mas fomos obrigados a colocar nossas habilidades em prática para proteger as crianças. Ironicamente, temos algumas boas pessoas em Vancouver, que chamaram a atenção de nosso admin para o caso. É uma história muito triste que afeta a todos nós.

Fonte: R7, www.r7.com