Indústria planeja bloquear acesso a maior site de pirataria na web

A indústria da música no Reino Unido já planeja tomar medidas legais contra a página

Um dos mais famosos sites de compartilhamento ilegal de arquivos na internet pode estar com os dias contados. O The Pirate Bay está na mira da Justiça Britânica e tem sérios riscos de sair do ar muito em breve. A indústria da música no Reino Unido já planeja tomar medidas legais contra a página.

De acordo com informações da rede de notícias BBC, os representantes de gravadoras e empresas relacionadas à música no país, que formam a BPI, enviou um ofício ao Tribunal de Justiça para que as autoridades avaliem o caso, que faz parte de um projeto duro feito pela indústria musical do Reino Unido contra a pirataria.

Recentemente, inclusive, outra página de compartilhamento ilegal de músicas foi tirada do ar por conta de um processo aberto pela BPI. O site Newzbin, que funcionava como uma rede fechada, com acesso apenas por convites, foi suspenso após uma briga judicial com as companhias.

Geoff Taylor, diretor executivo da BPI, não escondeu a irritação com o caso e alertou que é importante que todos atentem para a gravidade da situação, que está ajudando a quebrar a indústria musical não só no Reino Unido como em todo o mundo.

"Se quisermos crescimento econômico, não podemos aceitar sites ilegais como esse na internet", reclamou.

Richard Mollet, diretor executivo da associação de publicadores de CD?s, acrescentou que as próprias companhias de internet devem auxiliar nesta fiscalização.

"É crucial que todos os setores se unam neste momento para livrar a internet deste tipo de conteúdo", completou.

Fonte: techtudo.com.br