Internautas enviam 204 milhões de e-mails por minuto, garante estudo

O volume de informação e operações que são efetuados na internet a cada minuto é descomunal

No pouco tempo que gastamos para escrever e enviar um e-mail, ler os primeiros parágrafos de um post ou assistir a um vídeo no Youtube a internet registra uma atividade superintensa, refletida em números e dados estatísticos surpreendentes.

Na internet, em apenas um minuto, são vistas 20 milhões de fotos, escutado o equivalente a 61.141 horas de música, enviados 204 milhões de e-mails e realizados 2 milhões de buscas no Google, segundo números da Intel. O estudo, feito por um dos maiores fabricantes de circuitos integrados do mundo, revela que a cada 60 segundos são transferidos 639,8 mil gigabytes (GB) de dados no mundo.

Quanto é 1 GB de dados?

Embora a maioria dos internautas esteja familiarizada com o termo "giga", nem todos sabem o quanto isso significa em armazenamento de informação. Segundo a empresa de consultoria Ipsos e a rede social Tuenti, 93% dos usuários desconhecem a equivalência de 1 GB de dados com em média 410 vídeos entre 1,5 e 3 mega e 90% ignoram que esse volume é capaz de produzir download de 14.900 fotos ? os tipos mais comuns de arquivos baixados nos smartphones atualmente.

Com 1 GB também é possível, em média, visitar 1.660 páginas, escutar 690 canções, passar cem dias em salas de bate papo e baixar 100 apps. A rede social Tuenti criou uma aplicação em seu site para explicar aos usuários "tudo o que podem fazer com 1Gb" de capacidade.

Foram analisados usuários do Tuenti entre 16 e 35 anos de idade, que revelaram uma conexão cada vez mais móvel. Para 82% deles é feita diariamente por dispositivos móveis, telefones ou tablets. Há três meses esse número era de 74%. A respeito das redes sociais, o trabalho da Intel indica que a cada minuto 277 mil pessoas entram em seus perfis no Facebook; são escritos 100 mil tweets; e reproduzidos 1,3 milhão de vídeos no YouTube.

Em apenas 60 segundos, 20 pessoas são vítimas do roubo de identidade na rede e 135 vírus letais para seu computador são enviados. A investigação da Intel mostra que ano passado a quantidade de dispositivos conectados se igualou à população mundial. A empresa prevê que a quantidade de artefatos eletrônicos conectados a internet será o dobro da população em 2015. E que seriam necessários cinco anos inteirinhos para assistir todos os vídeos que estão disponíveis na rede.

Segundo a companhia, a capacidade de analisar e entender o volume de dados que circulam na internet, que cresceu exponencialmente na última década, "tem um enorme potencial para transformar a sociedade, já que permite novas descobertas científicas, modelos de negócios e experiências de consumo".

Recorde de internautas na Ásia

De acordo com a Royal Pingdom, em 2012 a rede teve 2,4 bilhões de usuários; 1,1 bilhão na Ásia; 519 milhões na Europa; 274 milhões na América do Norte; e 255 milhões na América Latina e Caribe.

A empresa, que analisa a atividade e rentabilidade da internet, mostra que 565 milhões de pessoas utilizam a rede das redes na China, mais que em nenhum outro país. Já o Brasil é o país mais presente no Facebook, com um bilhão de usuários ativos por mês em outubro de 2012.

Segundo o estudo "Internet 2012 em números" da Pingdom, 2012 terminou com 2,2 bilhões de usuários de e-mail no mundo todo e um tráfego de 144 bilhões de "emails" diários. O maior fornecedor deles é o Google, que registrou 425 milhões de usuários ativos em todo o planeta.

Ao longo de 2012 foram registrados 246 milhões de nomes entre os domínios mais comuns (.com, .net, .org, .info, .biz, entre outros) e 68,8% dos e-mails recebidos eram spam. A Royal Pingdom prevê que, em um futuro próximo, os dispositivos móveis serão os principais meios para acessar a internet, e as redes sociais serão ainda mais importantes nas vidas dos usuários.

Fonte: Terra, www.terra.com.br