Jobs apresenta o iPad 2, mais rápido, mais fino e com duas câmeras

Jobs apresenta o iPad 2, mais rápido, mais fino e com duas câmeras

Modelo terá o mesmo preço de versão anterior, de US$ 500 a US$ 830.

O presidente da Apple, Steve Jobs, reapareceu publicamente nesta quarta-feira (2) no anúncio da nova versão do iPad (confira, ao lado, o vídeo da apresentação, em inglês com legendas). Batizado de iPad 2, o aparelho foi mostrado, em San Francisco, nos Estados Unidos. Jobs se afastou do comando da companhia em 17 de janeiro, por conta de um problema de saúde.

Disponível em duas cores - preto ou branco -, o iPad 2 virá equipado com um novo processador, batizado de A5, com dois núcleos, além de câmeras traseira e frontal, para realização de videoconferência. "O iPad 2 é mais fino do que o iPhone", afirmou Jobs. O aparelho terá 8,8 milímetros de espessura e pesará 580 gramas.

O preço e a capacidade de armazenamento será o mesmo da linha anterior: a partir de US$ 500 para o modelo de 16 GB sem conexão 3G. São os mesmos 6 modelos: 16 GB, 32 GB e 64 GB, com opção de conectividade via wi-fi ou wi-fi mais 3G. O modelo mais caro custa US$ 830.

O aparelho estará disponível a partir de 11 de março no mercado americano. No dia 25, a nova versão começa a chegar a outros 26 países. Ainda não foi divulgada a data de lançamento no Brasil, que recebeu o modelo de abril de 2010 apenas no final do ano.

Entre as novidades está a presença de uma saída de vídeo HDMI. O cabo, vendido à parte, custará US$ 40. Há dois novos modelos de capas, uma de poliuretano, de US$ 40, e outra de couro, vendida a US$ 70. Os dois produtos são dotados de uma manta magnética: ao serem retiradas do contato com o aparelho, a tela se liga automaticamente.

Sistema e aplicativos

O aparelho chega também com uma nova versão do sistema operacional da Apple para dispositivos móveis, o iOS 4.3. Segundo Scott Forstal, vice-presidente responsável pelo desenvolvimento do programa, a nova versão terá acesso mais rápido à internet, por conta de evoluções no navegador Safari. Há vantagens até para donos de iPhones: o telefone poderá funcionar como hotspot, ou seja, servirá de ponto de acesso wi-fi para outros aparelhos.

O aplicativo de fotos Photo Booth, presente nos computadores com sistema Mac OS X, estará presente no iPad 2, utilizando suas câmeras frontal e traseira para fotografar os usuários e usar alguns efeitos para brincar com as imagens.

O iMovie, que já estava disponível para iPhone, ganhou versão para iPad. O programa, que permite gravar e editar filmes diretamente no tablet, estará disponível no dia 11 de março por US$ 5 na App Store.

O Garage Band, para edição de músicas, também chega em versão para o tablet. Será possível conectar instrumentos, enviar arquivos por e-mail e iniciar um projeto no iPad e terminar no Mac. O acelerometro do iPad 2 permite que o tablet "sinta" a força da pressão de teclados de piano no Garage Band.

Concorrência

O iPad nem comemorou um ano de existência, mas vai se aposentar como um dos aparelhos de maior sucesso da história recente da tecnologia de consumo.

O aparelho da da Apple vai ganhar uma nova versão, depois de 11 meses e mais de 15 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. Isso gerou um lucro de US$ 9,5 bilhões de dólares para a Apple, segundo Jobs. "Nunca tivemos um produto com uma "arrancada" assim. A venda, registrada de abril à dezembro é superior a qualquer outro tablet", diz Jobs.

A melhor forma de medir o sucesso d Apple, no entanto, é ver o surgimento de dezenas de novos aparelhos no mesmo formato, todos em busca de um pedaço de um mercado que, segundo análise do banco J.P. Morgan, deve atingir US$ 25 bilhões em 2011.

Da CES, em Las Vegas, ao Mobile World Congress, em Barcelona, as principais feiras de tecnologia do ano foram palco de inúmeras apresentações de novos tablets. "Todos dizem que 2011 é o ano dos tablets. Parece ser o ano das cópias", disse Steve Jobs.

Fonte: g1, www.g1.com.br