Justiça norte-americana fez proibição à importação de produtos da Samsung

A proibição de importação está sujeita a um período de veto de 60 dias.

A Apple venceu a última instância do caso de patentes contra a Samsung, e a sul-coreana terá aparelhos banidos nos Estados Unidos. A sentença não especifica modelos, mas, numa decisão anterior, o mesmo tribunal havia listado o Galaxy S II e o Galaxy Tab 10.1. Assim, é provável que esses dois modelos venham a ser afetados pela decisão. No entanto, há possibilidade de que modelos mais recentes da empresa também venham a ser banidos, incluindo versões de smartphones e tablets lançadas em 2010 e 2011.

A proibição de importação está sujeita a um período de veto de 60 dias. O presidente Barack Obama poderá reverter a decisão até o fim desse prazo. No início da semana, contudo, a Casa Branca adotou uma postura favorável à Apple e acabou com a proibição das vendas de determinados produtos da maçã, que haviam sido tirados das prateleiras por ordem judicial.

A deliberação desta sexta-feira, 9, se aplica a duas patentes. A primeira é chamada de "Steve Jobs patent" e envolve a tecnologia touchscreen. A segunda é relacionada ao áudio dos aparelhos. As rivais brigam há mais de dois anos em dez países.

A resolução do tribunal norte-americano deverá ter mais repercussão que impacto real nas vendas da Samsung: a maior parte dos aparelhos afetada pelo veto é composta por modelos mais antigos - alguns deles até já saíram do mercado. Alguns analistas chegam a afirmar que o percentual de vendas a ser impactado pela medida deve ficar perto de 1%. Porém, a decisão tem um peso simbólico, já que os Estados Unidos se juntam a Japão, Coreia do Sul, Holanda e Alemanha, cujos tribunais já adotaram postura semelhante na contenda entre Apple e Samsung.

Fonte: UOL