LG aposta no 3D com celular "sem óculos" e tablet com câmera dupla

LG aposta no 3D com celular "sem óculos" e tablet com câmera dupla

"Optimus 3D" e "Optimus Pad" chegam ao mercado ainda no 1º semestre.

A LG apresentou nesta segunda-feira (14) em Barcelona, durante o Mobile World Congress, o telefone celular Optimus 3D, capaz de exibir imagens tridimensionais sem a necessidade de óculos especiais, e o Optimus Pad, primeiro tablet da companhia. Assim como o Optimus 3D, o computador portátil tem duas câmeras na parte de trás, que capturam a mesma imagem de dois ângulos diferentes, permitindo a gravação de imagens 3D.

Os dois aparelhos rodam sistema operacional Android, do Google, e chegam ao mercado europeu entre abril e maio, ainda sem preços definidos.

O Optimus Pad tem tela de 8,9 polegadas, tamanho que, segundo as pesquisas da empresa coreana, oferece o melhor equilíbrio entre portabilidade e facilidade de uso. "Alguns de nossos concorrentes são grandes demais, e muito pesados", disse o diretor de marketing da LG europeia, Daniel Hernandez, enquanto o telão mostrava imagens de um usuário tendo dificuldades para digitar em um iPad, da Apple.

O processador Nvidia de dois núcleos facilita o uso de mais de um aplicativo simultaneamente, e dá ao Optimus Pad poder para processar as imagens geradas por suas duas câmeras traseiras, ambas de 5 MP, e combiná-las em um único vídeo 3D. No breve teste realizado pelo G1, foi possível notar a velocidade na troca entre programas diferentes, função que é estimulada pelo uso do sistema operacional Android 3.0, criado especificamente para aproveitar o maior espaço de tela dos tablets na comparação com os smartphones.

O G1 também teve a oportunidade de testar o Optimus 3D por alguns minutos. A exibição em 3D ainda parece bastante instável: e em alguns momentos, é possível ter a sensação de que a imagem salta da tela, mas em outros, a sensação é de que está se vendo algo borrado, fora de foco.

Dependendo do ângulo de visão, não é possível perceber o efeito, o que diminui a flexibilidade de uso da função. Ver, ao lado de um amigo, o filme recém gravado? Impossível, a não ser que se use a saída HDMI para exibir as imagens em um televisor compatível com tecnologia 3D. Mas aí já é necessário usar óculos, o que tira um pouco da graça da brincadeira.

A tela tridimensional é o principal chamariz do telefone, mas o Optimus 3D, de acordo com a LG, inova também no poder de processamento. O chip OMAP4 tem dois núcleos, e opera com dois canais entre o processador e a memória, o que permite, por exemplo, gravar e exibir vídeos 3D em alta resolução simultaneamente. É um dos celulares com Android mais poderosos da geração atual.

Se os dois aparelhos não deixaram claro que a LG acredita que o 3D vai, enfim, cair no gosto do consumidor, o presidente Jong-Seok Park subiu ao palco para afirmar que a empresa aposta no tridimensional como uma das principais tendências de 2011.

A companhia anunciou ainda uma aliança estratégica com o YouTube para facilitar a publicação de vídeos tridimensionais. "O 3D precisa de um empurro na direção certa, e estamos fazendo isso", afirmou Hernandez.

Fonte: g1, www.g1.com.br