Mais de 9 mil internautas serão multados por baixar pornografia ilegalmente de site pornô

Mais de 9 mil internautas serão multados por baixar pornografia ilegalmente de site pornô

Nenhum deles será processado por violação de direitos autorais.

Os detalhes pessoais de mais de nove mil internautas, acusados de baixarem filmes pornôs ilegalmente, serão revelados na Inglaterra. A empresa Ben Dover Productions venceu na justiça contra o compartilhamento ilegal de suas produções. Cada um dos 9.124 acusados terá que pagar multa de £ 700, aproximadamente R$ 2 mil.

Nenhum deles será processado por violação de direitos autorais, pois os acusados somente baixaram os filmes e não os disponibilizaram para download. Um detalhe importante: todos os usuários identificados utilizavam o mesmo provedor de banda larga, o O2, acusado de facilitar a pirataria pelo dono das companhias de filmes adultos, Lindsay Honey.

CEO do Consumer Focus, Mike O?Connor, que luta pelos direitos dos consumidores no país, se pronunciou na corte em defesa dos internautas, ameaçados de terem os nomes divulgados caso não assumam que, realmente, baixaram os filmes. Mas o apelo não teve sucesso. O júri deu a vitória para a Ben Dover Productions, ressaltando que a companhia garantiu não violar o direito à privacidade dos investigados.

Fonte: techtudo.com.br