Mulher expulsa de academia por usar celular alega que ligação era urgente

Academia proibia uso de celular e expulsou associada

Uma mulher norte-americana foi expulsa da academia que frequentava por falar ao celular enquanto fazia exercícios. O gerente da Planet Fitness, que tem como norma só permitir o uso de aparelhos telefônicos no lobby do estabelecimento, surpreendeu Tina Asmar, que conversava durante os exercícios

Contudo, ela afirma que foi uma ligação urgente que recebeu do seu médico e não podia desligar, além de garantir ter sofrido com o gerente mal educado: ?Ele estava furioso! Eu disse que sairia em um minuto e ele disse ?não, preciso que desligue agora?. Eu disse ?por favor, por favor, se afaste de mim?, e ele disse ?eu preciso que desligue agora ou vou cancelar a sua inscrição??, conta a mulher.

O coproprietário da franquia de academias, Brian Kablik, afirma que um gerente regional testemunhou tudo e que foi ela a mal educada: ?Ela é um membro que passou por incidentes como esse repetidas vezes. O gerente a abordou de forma profissional e ela respondeu de forma rude?, argumenta.

A academia Planet Fitness tem 10 avisos de ?proibido celular? e tem a filosofia de ?zona livre de julgamento? e a política de ?não ter grunhidos enquanto faz exercício?. As resoluções, segundo Kablik, têm a intenção de que ninguém seja interrompido enquanto faz exercícios por conversas altas ao telefone e eliminar a possiblidade de que as pessoas sejam fotografadas em trajes de academia.

Asmar diz que entende que celulares podem ser irritantes em alguns ambientes, mas que se sentiu maltratada, ?Eu não quero o dinheiro de volta nem nada, só quero um pedido de desculpas?, conclui.

Fonte: Tech Tudo