Nos 30 anos do Master System, "top 10" lembra os melhores jogos

Nos 30 anos do Master System, "top 10" lembra os melhores jogos

Curiosamente, o console da Sega chegou ao mercado no mesmo dia do NES, o famoso

O SG-1000, primeira versão do famoso Master System, completa no próximo dia 15 de julho nada menos que 30 anos de idade. Curiosamente, o console da Sega chegou ao mercado no mesmo dia do NES, o famoso "Nintendinho". O SG-1000 recebeu inúmeros títulos que se tornaram marcantes em sua história. Confira abaixo os 10 melhores disponíveis para a saudosa plataforma:

10 ? Mortal Kombat 2

Mortal Kombat 2 se destacou no Master System por ter sido ?a versão que a concorrência não teve?. Basicamente, o jogo saiu no Master e também no Game Gear, portátil de 8-bits da Sega, mas nunca chegou ao Nintendinho - apesar de ter sido adaptada para o Game Boy.

Esta edição do famoso de luta era até bem trabalhada, com gráficos bem coloridos, apesar da limitação de lutadores e também da falta de violência.

9 ? Shinobi

Shinobi era referência em termos de ninjas nos videogames, ao lado de outras figuras similares, como o Ninja Gaiden, da Tecmo. Com produção da própria Sega, o primeiro jogo - que viria a originar uma grande e clássica série - chegou ao Master System em 1987, mas não de forma exclusiva. Apesar disso, a versão de Master era considerada superior, em termos de edições para consoles.

Na jogabilidade, a dificuldade era alta e a missão do jogador era avançar pelo cenário com o habilidoso ninja.

8 ? Super Monaco GP

Super Monaco GP talvez seja o jogo de corrida mais popular do Master System. Apesar de ser apenas de Fórmula 1, o game foi lançado no auge da modalidade, em 1990, quando estrelas como Ayrton Senna e Nigel Mansell brilhavam.

O jogo tinha gráficos muito coloridos e uma jogabilidade bem rápida, que lembrava o ainda mais clássico Enduro, mas, claro, muito mais ?moderno? em sua respectiva época.

7 ? Black Belt

Black Belt era praticamente um jogo pirata lançado como oficial. Ele era, na verdade, uma versão ocidental e adaptada do game japonês Hokuto no Ken, que por sua vez é baseado no anime Fist of the North Star.

Com personagens que perderam seus nomes e viraram apenas ?Herói? ou ?Heroína? e artes trocadas, a aventura colocava o jogador no controle de um ?faixa preta? que precisava quebrar a cara de todos que cruzavam seu caminho.

6 ? Bonanza Bros.

Bonanza Bros. é uma das poucas séries originais da Sega que nunca ganharam sequência. Lançado nos fliperamas, o jogo chamou a atenção quando chegou ao Master System, por apresentar uma simulação de gráficos em 3D nunca antes vista no console.

No controle de dois ladrões, o jogador tinha que se movimentar pelo cenário não apenas para os lados, mas também mudando de planos, usando e abusando dos efeitos gráficos para dar perspectiva. É uma pena que o título não tenha se desenvolvido em série, mas ao menos ganhou diversos relançamentos.

5 ? Land of Illusion

Land of Illusion é um jogo do Mickey Mouse que chegou ao Master System e também Game Gear, para satisfazer os fãs que curtiram o clássico Castle of Illusion, mas que não gostaram da versão adaptada para o primeiro console da Sega.

Este jogo, porém, apresenta uma história diferente e jogabilidade única. Apesar de só controlarmos Mickey, o jogo tem a participação de outros heróis Disney, como Donald e Minnie.

4 ? Jogos de Verão (California Games)

Talvez um dos games mais populares de Master System no Brasil, Jogos de Verão era um tipo de? mini olimpíada?, onde os jogadores competiam em partidas de esportes radicais e de praia ? como surfe, skate, bicicleta e? peteca.

O título fez um enorme sucesso por ser simples de se aproveitar e por seu modo multiplayer, que também permitia jogar com apenas um controle em alguns casos.

3 ? Sonic Chaos

Sonic Chaos não foi o primeiro Sonic do Master System, mas fez um grande sucesso por ter belos gráficos e novidades na jogabilidade que existiam apenas nas versões para Mega Drive.

Entre elas estava a participação de Tails, o parceiro do Sonic, e a existência do ?dash? que Sonic aplicava no chão para se locomover mais rápido. O design das fases também era extremamente bem feito, criativo e diferente de tudo que já existia.

2 ? Alex Kidd in Miracle World

Alex Kidd in Miracle World é outro grande hit do Master System e merece o segundo lugar no nosso TOP 10. Isso por conta de diversos fatores, como música viciante, personagem carismático, gráficos coloridos e jogabilidade divertida.

Quem não se lembra de andar pelo cenário quebrando blocos de pedra e disputando ?pedra-papel-tesoura? contra os chefões das fases? Vale lembrar que este game vinha na memória do aparelho em alguns modelos vendidos no Brasil.

1 ? Phantasy Star

Phantasy Star é o grande campeão em nosso TOP 10. O RPG clássico de Master System é considerado por muitos, até hoje, como o melhor jogo do sistema. Complexo, com história emocionante, cenário inusitado com mistura futurista/medieval e elementos de magia, além de jogabilidade de RPG puro, Phantasy Star marcou.

Em uma propaganda da época, a tec Toy, representante brasileira da Sega, dizia que ?o jogo demorava meses para ser terminado?. Um pouco exagerado, mas era um dos maiores games do Master, com horas e horas para se concluir a campanha. Uma pena que a série tenha se tornado online atualmente e tenha perdido todo o seu charme, porém, as lembranças ficam!


Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Nos 30 anos do Master System,

Fonte: tech tudo