Finalmente: lançamento do Ipad 3  será dia 11 de maio no Brasil

Finalmente: lançamento do Ipad 3 será dia 11 de maio no Brasil

A data foi revelada pela operadora Tim, que anunciou que será a primeira a disponibilizar o iPad 3 no país

A terceira geração do tablet da Apple, também conhecida como novo iPad, será lançada no Brasil oficialmente no dia 11 de maio. A data foi revelada pela operadora Tim, que anunciou em um comunicado oficial que será a primeira a disponibilizar o iPad 3 no país.

A operadora ainda não divulgou os preços oficiais, mas declarou que o tablet estará disponível para venda já para o próximo dia das mães, "nas principais lojas da empresa".

Dois modelos do novo iPad foram homologados pela Anatel no último dia 16, e devem ser vendidos pela operadora a partir do dia 11. Os modelos são o A1416, que possui Wi-Fi; e o A1430, que além da rede sem fio, tem conectividade com redes 3G e 4G.

Comparado ao iPad 2, o novo iPad traz três novidades. A principal delas é a sua nova tela de alta resolução Retina, com 2048 x 1536; mais do que o necessário para reproduzir vídeos em FullHD 1080p. O nome da tela é uma menção a densidade dos pixels desta tela; pequena o suficiente para que seja imperceptível aos nossos olhos. "Na prática, isso quer dizer que não se conseguem mais enxergar pixels individuais a olho nu, dando às imagens uma aparência de página impressa, sem qualquer serrilhado nas curvas e diagonais", disse Julio Preuss, jornalista especializado em tecnologia.



A imagem da esquerda é do iPad atual, e a da direita é o iPad 3 (Foto: Divulgação)

Outra melhoria feita pela Apple foi a inclusão do novo processador A5X, um dual-core com gráficos quad-core, "desenhado" para suportar a nova resolução do Retina Display. Graças a ela, a reprodução de jogos e conteúdos multimídia ganhou uma melhoria significativa de desempenho e qualidade - vide como exemplo o game Infinity Blade II. Antes, o iPad 2 possuia apenas o processador dual-core, sem melhorias gráficas.

O terceiro grande avanço em relação ao iPad 2 foi a câmera. Agora com 5 megapixels, ela conta também com a mesma lente do iPhone 4S, dividida em cinco elementos, com filtro infravermelho e ISP rodando a partir do chip A5X. Para fotos, há recursos de autoexposição, autofoco, balanço de branco e detecção de face. Para vídeos, a resolução subiu para FullHD 1080p, como no iPhone 4S, e vem também com estabilizador de gravação. A câmera frontal, por sua vez, continua com os mesmos a resolução VGA de 640 x 480 pixels.

Para acompanhar as melhorias na tela e do processador, a Apple também precisou atualizar a bateria do iPad; mas apenas para manter a mesma autonomia proposta na geração anterior: 10 horas de uso contínuo.

Apenas alguns dias após o início das vendas, vários relatos de usuários do novo iPad afirmavam que o aparelho vinha superaquecendo. As denúncias foram feitas no fórum oficial de consumidores da Apple, declarando até que o calor do aparelho vinha ativando o sistema de proteção com desligamento automático em alguns modelos. A empresa confirmou que o novo modelo aquece mais que o iPad 2, mas avisou aos consumidores que a margem segura de operação do tablet vai até 35°C.

Outras reclamações feitas pelos consumidores relatavam instabilidade nas conexões Wi-Fi e incompatibilidade com as capinhas de proteção (Smart Covers) do modelo anterior. Os defeitos já foram corrigidos pela Apple com a última atualização do iOS 5.

De acordo com uma pesquisa recente da Good Technology, fabricante de soluções para gerenciamento de e-mails e aparelhos, 97,3% dos tablets ativados por empresas no primeiro trimestre deste ano foram iPads. O principal motivo de sua alta penetração é a falta de competitividade no preço e desempenho oferecido pelos concorrentes do iPad. ?A Apple ainda tem uma grande vantagem?, disse o vice-presidente da empresa de consultoria Gartner, Leif-Olof Wallin.

Fonte: Tech Tudo