Novo Outlook pode fazer com que Gmail e Yahoo também mudem

A Microsoft espera ganhar ainda mais território

Com o Outlook.com, novo serviço de e-mail da Microsoft, ganhando tanta atenção, será que o Google e o Yahoo precisarão atualizar seus próprios serviços antes que comecem a perder usuários?


Novo Outlook deverá causar mudanças no Gmail e no Yahoo Mail

O Gmail, do Google, precisará de algumas atualizações para pegar uma parte dos holofotes, mas o Yahoo Mail necessita de uma total revisão e deve fazer isso rapidamente, de acordo com analistas da indústria.?Isso realmente aumenta as apostas nos negócios de e-mail?, disse Al Hilwa, analista da IDC. "O e-mail da Microsoft pode começar a aumentar sua taxa de adoção. Todo mundo corre o risco de alterações na quota de mercado, é isto o que significa jogar em um mercado competitivo.?

No início da semana passada, a empresa lançou o Outlook.com, seu novo serviço de webmail, que está configurado para eventualmente substituir o Hotmail. A oferta atualizada é uma grande reformulação, que sincroniza suas contas com vários dispositivos e está integrada com sites de redes sociais como Facebook, Twitter e LinkedIn.

Com conexões sociais, mídia rica, fotos e bate-papo com vídeo, o Outlook fará com que os serviços mais antigos de e-mail pareçam obsoletos. Isso poderia atrair os usuários de longa data do Gmail ou Yahoo para uma nova plataforma.

?Eu acho que existe uma grande chance de a Microsoft roubar usuários do Google e do Yahoo com esse novo serviço?, disse Dan Olds, analista no The Gabriel Consulting Group. ?Esses serviços são importantes para suas respectivas companhias, pois muitas vezes são o ponto de entrada para novos usuários?.

É preciso ser fácil de usar

Ainda essa semana, o Google anunciou que iria adicionar o Hangouts ao Gmail - recurso que permite aos usuários iniciar chamadas em vídeo com até 9 pessoas. O novo serviço também permite a múltiplos usuários do e-mail do Google visualizar vídeos no YouTube em conjunto, colaborar em documentos e compartilhar sua visão de tela.

O Gmail também tem um widget chamado de ?People?, que traz imagens de usuários e oferece links rápidos para iniciar um Hangout ou para mostrar posts recentes feitos no Google+. ?Não acho que o Google precise de muito aqui?, disse Brad Shimmin, analista da CurrentAnalysis. ?Eles já estão fazendo bastante na socialização do Gmail por meio do Google+. Por exemplo, eles revisaram completamente o serviço de colaboração de vídeo com o Hangouts, o qual se tornou uma das estrelas mais brilhantes da companhia e chamou atenção de usuários e desenvolvedores.?

No entanto, Olds disse que o Gmail poderia usar algumas atualizações próprias. ?Mesmo com sua novíssima interface, ele não é exatamente fácil de lidar para muitos usuários?, acrescentou. ?O Outlook parece ser bem mais fácil de usar e entender para ambos usuários experientes e novatos. O serviço de e-mail da Microsoft também possui mais ?ganchos? para redes sociais, o que é cada vez mais importante para um grande número de pessoas. O Gmail não apresenta muitas opções óbvias para conectar recursos sociais, exceto a sua própria rede - o que o faz parecer menos flexível nesse ponto.?

"O Yahoo é sem sal"

Olds observou que pessoas podem utilizar o Outlook para ler e-mails recebidos em contas do Gmail, facilitando para que usuários do e-mail do Google migrem, ou, ao menos, testem o serviço da Microsoft.

Todos os analistas concordam, entretanto, que o Yahoo é o que mais tem trabalho a fazer para manter seus usuários interessados. ?Do modo como os serviços de e-mail caminham, o Yahoo não pertence à velha guarda. Ele precede essa geração?, disse Zeus Kerravala, analista da ZK Research. ?Ele é tão sem sal, acho que eles precisam de uma repaginada o mais rápido possível ou correm o risco de se tornar um daqueles fornecedores que nunca atraem novos clientes e gradualmente perdem os que têm.?

O Yahoo, enquanto companhia, tem passado por alguns problemas, incluindo um escândalo de gestão e por ter três pessoas diferentes no cargo de CEO em menos de um ano. Agora Marissa Mayer, que esteve como executiva do Google por quase toda sua carreira, assumiu o posto há algumas semanas.

Por todos esses motivos, Mayer tem diversos assuntos urgentes para resolver. No entanto, ela precisa adicionar o e-mail à lista de tarefas caso não queira perder o controle desse setor. "O Yahoo tem vários desafios, como todos nós sabemos, entretanto eles simplesmente não podem negligenciar a plataforma de e-mail" afirmou o especialista.

Ezra Gottheil, analista no Technology Business Research, afirmou que não há necessidade de criar pânico a esse ponto no Yahoo, mas que a companhia precisa evoluir o serviço. "Eles precisam dar um jeito de acabar com alguns anúncios. Não quero ver um cachorro-quente com uma lanterna na cabeça enquanto estou lendo minhas mensagens, e parece que as opções da companhia são um pouco limitadas. E o e-mail parece antigo, utiliza sistema de pastas e não de etiquetas; para mim, é ruim."

Por mais que o Yahoo ou mesmo o Google tenham muito o que fazer, Gottheil disse que existe um grande fator a favor das empresas. É muito complicado ter que trocar entre contas de e-mail, e não importa o quão intrigante seja um novo serviço, as pessoas podem ser vencidas pela quantidade de tarefas ao fazer a migração. "Lembre-se de que mudar seu serviço de mensagens é como se mudar para uma nova cidade. Há muito trabalho e leva tempo até se acostumar com o lugar", concluiu.

Fonte: Uol-idgnow