Pai chinês manda matar filho em jogo online para curar vício

A ideia do progenitor era que o garoto perdesse o interesse em jogar

Um pai mandou matar o filho virtualmente, na China, por causa de um jogo online. Desesperado porque Xiao Feng, 23 anos, passa o dia no computador e não procura emprego, o pai contratou um assassino virtual de aluguel para matar o personagem de seu filho toda vez que ele se conecta ao game. As informações são do The Next Web.

A ideia do progenitor era que o garoto perdesse o interesse em jogar e fosse atrás de trabalho. Afinal, cada vez que começava a se divertir, era perseguido e assassinado. Mas Feng se deu conta de que a grande quantidade de griefers - jogadores que não buscam o objetivo do game, apenas perturbam outros usuários - só podia ser obra de seu pai.

O jovem diz que não vai aceitar qualquer emprego, e que não encontrou ainda a escolha certa. Enquanto isso, ele continua jogando.

Fonte: Terra, www.terra.com.br