Países gastarão 12,5 bilhões de doláres para evitar ataques online

Ações como o vírus criado para sabotar o programa nuclear Iraniano motivam governos a investir em defesas no mundo virtual.

A chamada ciberguerra, quando nações utilizam redes de computadores como a Internet para atacarem países rivais, deve gerar gastos de mais de 12,5 bilhões de dólares só em 2011. É o que afirma um estudo da consultoria ASDReports.

As soluções de defesa para o chamado mundo virtual têm chamado a atenção dos governos por conta de ataques como os sofridos pelo Irã. Em 2010, o país foi alvo do Stuxnet, vírus de computador que atingiu sistemas de centrífugas usadas para enriquecer urânio em instalações nucleares, atrasando em anos o programa nuclear do país.

Segundo a consultoria, mesmo com os cortes de despesas na Europa, por conta da crise econômica, o orçamento destinado às defesas para a ciberguerra cresceu significativamente na região.

Fonte: UOL