Radical: equipamentos já permitem passeios sobre as águas; veja

Radical: equipamentos já permitem passeios sobre as águas; veja

Por preços que podem atingir milhares de euros, soluções adaptadas a um jet ski permitem passeios sobre as águas

Para os aventureiros que gostam de praticar esportes radicais aquáticos, mas querem ir além dos passeios de jet ski e das aulas de mergulho, já existem modernas soluções que permitem experimentar a sensação de voar sobre as águas. Criado em 2011 pelo campeão de jet ski Franky Zapata, o Flyboard é feito de material resistente e conta com quatro propulsores de água - dois na mão e dois no pé. Uma vez conectado a um jet ski, ele lança o usuário por até 10 metros de altura, com completo controle do passeio, que pode durar até algumas horas.

Antes de começar a usar o Flyboard, no entanto, os desenvolvedores do produto oferecem uma aula com recomendações de uso, com um passeio experimental que pode durar entre 2 e 20 minutos, com a presença de um instrutor, a um custo de US$ 300 (pouco mais de R$ 600). Para os interessados em se aventurar em voos sobre as águas, será necessário desembolsar mais US$ 14.790 (cerca de R$ 30 mil) pelo Flyboard Kit e pelo Electronic Management Kit, necessários para controlar o aparelho, além de US$ 255 (cerca de R$ 5) pelos adaptadores para jet ski.

Além do Flyboard, outra opção similar para passeios nas alturas em ambientes aquáticos é Jetlev-Flyer, da alemã MS Watersports GmbH. Feito para pilotos de 1,50 a 2m de altura, e 40kg a 150kg, o Jetlev-Flyer conta com duas potentes opções de modelos. Com 250 cavalos e feito de fibra de carbono, o JF 250 pode ser adquirido por 99.900 euros (R$ 261 mil), enquanto o JF 220 conta com 220 cavalos, é feito de fibra de vidro e custa 79.900 euros (pouco mais de R$ 210 mil).

Também capaz de atingir alturas de até 10 metros, o Jetlev-Flyer tem velocidade máxima de 47 quilômetros por hora e realiza passeios ininterruptos de até três horas. Ao comprar o produto, os futuros aventureiros aquáticos recebem um vídeo de treinamento e instruções de diferentes formas de uso por funcionários da MS Watersports GmbH.


Radical: equipamentos já permitem passeios sobre as águas

Fonte: Terra