Rede on-line do Sony PS4 apresenta problemas já na estreia do console

PlayStation Network tem lentidão e usuários não conseguem conexão

A rede on-line do PlayStation 4 - e também dos videogames PlayStation 3 e PS Vita -, a PlayStation Network (PSN), apresenta problemas nesta sexta-feira (15), dia de lançamento do videogame de nova geração nos Estados Unidos. Os primeiros compradores do PS4 estão com dificuldades de conectar seus aparelhos à rede, o que os impede de jogar games on-line e de atualizar o aparelho.

Em comunicado, a Sony disse trabalhar para resolver o problema e pede paciência aos donos do PS4. A empresa afirma que os problemas acontecem por conta do grande volume de acessos, mas que a falha não atinge todos os usuários. Muitos deles usaram as redes sociais para reclamar e afirmam enfrentar lentidão para se conectar na PSN.

A conexão na rede PSN pelo PlayStation 4 é obrigatória para realizar a migração de dados do PS3 para o novo aparelho além de realizar uma atualização de sistema de 308 megabytes que adiciona funções ao console. Uma delas é a possibilidade de jogar os games de PS4 no portátil PS Vita, dispensando o uso da TV.

Não há um prazo para a rede se normalizar e a Sony não informou se usuários do PlayStation 3 também enfrentam problemas para se conectar na PSN.

Em 2011, um ataque hacker obrigou a Sony a desligar a rede, afetando todos os 77 milhões de usuários registrados que não puderam jogar games por meio da internet. O serviço ficou fora do ar de 21 de abril até o dia 14 de maio. Como pedido de desculpas, a Sony deu games em versão digital (adquiridos por download) de graça para todos os usuários.

Problemas antes de lançamento

Antes de chegar às lojas, o PlayStation 4 já apresentou problemas. Consoles que foram entregues antecipadamente não funcionaram por conta de uma falha na entrada HDMI, que conecta o console à TV.

Shuhei Yoshida, presidente da Sony Worldwide Studios, disse por meio do Twitter que, embora a empresa ainda investiga as causas, que o problema é isolado e deve ter atingido poucas unidades do aparelho enviadas às lojas. "O número [de unidades com problema] é muito pequeno se comparado com a grande quantidade de aparelhos enviados às lojas. Os problemas foram isolados", disse o executivo.

Fonte: G1