Relógio de pulso é capaz de dar carga extra na bateria do "smart"

Relógio de pulso é capaz de dar carga extra na bateria do "smart"

O Carbon tem design robusto e, à exceção da entrada USB na lateral, escondida por uma tampa metálica, se parece com qualquer outro relógio analógico

Um novo projeto de financiamento coletivo pretende diminuir o problema contemporâneo da falta de carga em dispositivos móveis. Chamado de "Carbon", o relógio corre longe do mercado de "smartwatches". Ao contrário: ele é um relógio comum, mas com uma célula solar capaz de captar energia e transferir por meio de um cabo USB para uma série de dispositivos, como câmeras, videogames portáteis e smartphones.

O Carbon tem design robusto e, à exceção da entrada USB na lateral, escondida por uma tampa metálica, se parece com qualquer outro relógio analógico do mercado. Por isso, ele consome pouca energia para operar, e toda a luz captada pela célula solar pode ser transferida ao dispositivo conectado.

Segundo a fabricante, são necessárias 8 horas de exposição do aparelho à luz do sol para carregar sua bateria. A promessa é entregar até 3 horas a mais de funcionamento a um iPhone 4. Portanto, o tempo de carga extra pode ser maior em dispositivos que exigem menos energia, como câmeras digitais.

O produto é à prova d?água e inclui duas opções de pulseiras, preta e marrom; um cabo microUSB e um com a entrada proprietária da Apple. Ao adquirir um Carbon, o usuário poderá, ainda, escolher entre três cores de ponteiro para o relógio.

Essas características fizeram do Carbon um sucesso imediato. Com 44 dias de campanha restantes no Kickstarter, o Carbon já alcançou 85% de seu objetivo inicial, que é levantar US$ 15 mil (cerca de R$ 33 mil). O menor valor para apoiar o projeto e receber um Carbon na pré-venda é de US$ 75 (R$ 165) sem considerar taxas, impostos ou frete para o Brasil.


Relógio de pulso é capaz de dar carga extra na bateria do smartphone; entenda como

Fonte: techtudo