Samsung Galaxy X é o melhor smartphone com Android no Brasil

Samsung Galaxy X é o melhor smartphone com Android no Brasil

Totalmente redesenhado, o Android está mais bonito e mais fácil de usar.

A maior estrela do Galaxy X, da Samsung, é o Android 4.0, a versão mais recente do sistema do Google. O aparelho faz parte da família Nexus, que leva a marca da gigante das buscas e traz o Android puro --ou seja, sem modificações feitas por fabricantes e por operadoras de telefonia celular.

Totalmente redesenhado, o Android está mais bonito e mais fácil de usar em sua versão 4.0. Além disso, o Google criou uma série de diretrizes para que desenvolvedores criem aplicativos em harmonia com a nova interface.



Com definição e brilho ótimos, a tela de 4,65 polegadas e resolução de 1.280x720 pixels está em um patamar próximo ao do admirável display do iPhone 4S, da Apple.

Mas, como ela é muito grande, fica difícil alcançar seu topo com o dedão --curiosamente, para ir à tela inicial dos aplicativos básicos do sistema, é preciso tocar em seu ícone no canto superior esquerdo da tela, justamente o lugar mais difícil de alcançar quando se segura o aparelho com a mão direita.

Revestido por plástico, o Galaxy X tem acabamento inferior ao de concorrentes como o iPhone 4S e o Lumia 800, da Nokia, mas, ao menos, sua bateria é removível.

Outra mudança recente do Android é o fim dos botões físicos frontais. Os principais comandos de navegação (voltar, ir à tela inicial e alternar entre aplicativos abertos) viraram botões virtuais na parte inferior da tela.

O esquema funciona bem, e apps desenvolvidos para versões anteriores do sistema rodam normalmente.

Como o Windows Phone, o sistema multitarefa do Android 4.0 mostra miniaturas dos aplicativos abertos --uma vantagem em relação ao iOS, assim como o sistema de notificações, que agora exibe a foto dos remetentes de e-mails e permite descartar avisos deslizando o dedo sobre eles.

Com 5 Mpixels, a câmera traseira é muito rápida de boa qualidade, mas inferior à de aparelhos com o Galaxy S 2, da própria Samsung. O aplicativo da câmera inclui efeitos de apelo humorístico para vídeos, como os do Photo Booth, da Apple, e filtros para fotografias, semelhantes aos do Instagram.

Uma das principais novidades do Android 4.0 é o desbloqueio da tela por reconhecimento facial: basta apontar a câmera frontal para o rosto para começar a usar o aparelho.

Se o celular não consegue identificá-lo --em um ambiente escuro, por exemplo--, ele muda rapidamente para um método secundário, como senha numérica.

O recurso funciona bem, mesmo em diferentes ângulos e níveis de luminosidade.

Para aprimorar a precisão, é possível tirar mais fotos suas em outras situações: com óculos, sem e com barba, em um lugar escuro.

Principalmente por causa dos avanços do Android 4.0, o Galaxy X é o melhor aparelho com o sistema do Google à venda hoje no Brasil.

Mas é triste constatar que ele será provavelmente a única opção para quem quiser evitar as intervenções quase sempre antiquadas e confusas que os fabricantes e as operadoras costumam impor aos celulares com Android.

Fonte: Folha.com