Site mostra que vitória de Obama foi dia mais feliz para internautas

O "We feel fine" foi criado há quatro anos pelo artista Jonathan Harris

Uma ferramenta permite saber, por meio da internet, o quanto o mundo está feliz e como esta felicidade e a tristeza estão distribuídas entre usuários da rede de diferentes idades. O "We feel fine" foi criado há quatro anos pelo artista Jonathan Harris, 30 anos, e pelo cientista da computação Sep Kamvar, 32 anos, mas, agora, dois professores da Universidade de Vermont, publicaram o primeiro estudo sobre o assunto. A informação é do jornal italiano La Repubblica.

Com base na página, que coleta as palavras "feel" e "feeling" (sentir e sentindo, em português) em diversos sites para demonstrar quais os sentimentos manifestados por internautas de todo o mundo, a análise mostrou, por exemplo, que o dia mais feliz dos últimos anos foi o da eleição de Barack Obama nos Estados Unidos (4 de novembro de 2008) e o mais triste o da morte de Miachael Jackson (25 de junho de 2009).

O projeto busca na internet todas as pistas indicadas pela palavra "feel". Ao todo, foram considerados pelos professores 10 milhões de comentários. Os criadores do "We fell fine" utilizam um método de pontos referente ao contexto em que está a expressão principal para classificar o nível de felicidade dos usuários. Quanto maior a pontuação, mais alegre é a mensagem. A palavra "paraíso", por exemplo, vale 8,72 pontos. Já "suicídio" contabiliza apenas 1,25 ponto.

A pesquisa permitiu descobrir que datas especiais, como Natal e Dia dos Namorados, e feriados são geralmente mais alegres. Além disso, os jovens são os que costumam expressar com mais frequência sentimentos negativos.

A pesquisa pode, naturalmente, ser criticada com base na afirmação de que dados da internet não representam a população geral, mas, para os professores de Vermont, a amostra é significativa se considerados os habitantes dos EUA.

Fonte: Terra, www.terra.com.br