Smart top da Huawei tem  bateria tão poderosa que durar até 2 dias

Smart top da Huawei tem bateria tão poderosa que durar até 2 dias

aparelho carrega uma bateria e monstruosos 4.050 mAh, que promete dois dias de duração com uso moderado.

O Ascend Mate 2 é a recém-anunciada novidade da Huawei. O foblet vem brigar com outros poderosos, como o Galaxy Note 3 e o LG Optimus G Pro, e tem algumas inegáveis vantagens. O aparelho carrega uma bateria e monstruosos 4.050 mAh, que promete dois dias de duração com uso moderado. O TechTudo testou o modelo durante a CES 2014, que acontece esta semana em Las Vegas (EUA) e conta as primeiras impressões.

O Ascend Mate 2 é um smartphone difícil de ser ignorado. Com uma tela de 6,1 polegadas, o aparelho é grande mesmo para aqueles com mãos de gigante. Para tentar reduzir o desconforto, a Huawei economizou nas bordas ? e se vangloria do resultado. De acordo com a companhia, 79% da parte frontal do Mate 2 é composta por tela, número superior ao apresentado pelo Galaxy Note 3, por exemplo.



O celular é surpreendente leve e fino, mas difícil de ser operado. A Huawei adicionou a ele fatores que "comprimem" alguns recursos da tela, como o teclado por exemplo, o que promete facilitar a navegação com uma única mão, mas isso não muda o fato de que o foblet é um monstro. É o celular perfeito para substituir por completo o uso de um tablet.



No coração do Mate 2 bate um processador quad-core de 1,6 GHz da Qualcomm, suficiente para rodar o sistema e praticamente todas as aplicações de Google Play com razoável fluidez, com ajuda dos 2 GB de RAM. Não se trata de uma configuração inédita no mercado, muito menos surpreendente, mas a Huawei parece ter guardado suas cartas para o que vem a seguir.

Qual é a novidade mais surpreendente da CES 2014? Opine no Fórum do TechTudo.

A bateria do Ascend Mate 2 é o melhor que se pode ter no mundo dos foblets. Dois dias de uso é um tempo surpreendente, especialmente se levarmos em conta a energia que uma tela touchscreen de 6,1 polegadas consome. A companhia ainda adicionou um toque de provocação ao Mate 2: é possível carregar outros aparelhos apenas conectando-os via cabo ao foblet. Uma espécie de "somos tão bons que até podemos abrir mão de um pouco de bateria para os outros".

Outro investimento da Huawei foi na câmera frontal. Com uma geração de selfies, tornou-se cada mais mais necessário um investimento nas câmeras antes delegadas somente para ocasionais videochamadas. O sensor frontal do Mate 2 tem 5 megapixels, e capacidade de fazer cliques panorâmicos. A câmera traseira recebeu um sensor de 13 megapixels e, pela primeira vez em um anúncio, vimos a câmera frontal receber mais atenção do que a "principal".



O Ascend Mate 2 é compatível com a rede 4G americana, roda o Android 4.3 (Jelly Bean) com a interface modificada da Huawei. O aparelho chega nos Estados Unidos nos próximos meses, mas ainda sem preço definido. Por enquanto, nem sinal de lançamento no Brasil.

Fonte: techtudo