Smartphones superam os PCs no acesso ao Facebook nos EUA

Os números chamam atenção para o papel cada vez mais proeminente de celulares no acesso a redes sociais.

O tempo gasto em média no Facebook em smartphones nos Estados Unidos foi de 441 minutos em março, ante 391 minutos em computadores, de acordo com a empresa de pesquisas comScore. Os números chamam atenção para o papel cada vez mais proeminente de celulares no acesso a redes sociais.

O mais recente relatório ?Mobile Metrix 2.0?, da comScore, mostrou que usuários norte-americanos de smartphones gastaram 441 minutos por mês, ou 7 horas e 21 minutos, no Facebook em março. Isso se compara a 391 minutos, ou 6 horas e 31 minutos, relativos a pessoas que acessaram a rede social por meio de um computador.

Em documentos registrados por conta de sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), o Facebook destacou a importância de celulares, ao mesmo tempo afirmando que usuários de smartphones não geram receita significativa.

"Se usuários realizarem cada vez mais acessos por meio de celulares, substituindo acessos por meio de computadores, e se formos incapazes de implementar de maneira bem-sucedida estratégias de monetização para aqueles usuários", escreveu a companhia nos documentos relativos ao IPO, "nossa performance financeira e habilidade de gerar receita será negativamente afetada".

Instagram

Em abril, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou a compra do Instagram por US$ 1 bilhão. O aplicativo gratuito para iPhone e celulares Android permite colocar filtros em fotos e compartilhá-las em redes sociais. O brasileiro Mike Krieger é um dos cofundadores da empresa criada em 2010. Segundo especialistas, a aquisição mostra que o Facebook aposta cada vez mais pesado na internet móvel.

Fonte: G1