Symantec tenta reverter fama de pesado do antivírus Norton

A empresa reconhece essa falha em edições anteriores e, na versão mais recente do software, a 360, houve melhorias

Apesar de ser um dos pacotes de segurança mais conhecidos do mercado, o Norton, da Symantec, convive com a má fama de ser um software muito pesado, que pode prejudicar a performance do computador.

A empresa reconhece essa falha em edições anteriores e, na versão mais recente do software, a 360, houve melhorias consideráveis de performance.

Para ter contato direto com os consumidores e responder a eventuais críticas, a Symantec investe na presença em redes sociais, como o Facebook e o Twitter.

Mesmo se conseguir derrotar a pecha de software pesado, o Norton ainda tem muitos competidores com os quais se preocupar.

Além da McAfee, uma de suas principais concorrentes, o Norton precisa enfrentar a competição cada vez mais acirrada com as vastas opções de pacotes de proteção gratuitos, como AVG, Avira e Avast.

Segundo Abelino Ochoa, diretor de vendas a consumidores da Symantec para a América Latina, os preços dos produtos da empresa foram reduzidos de acordo com a realidade econômica da região.

Softwares que antes custavam mais ou o mesmo do que se cobrava nos EUA sofreram redução de preço recentemente --uma medida que também visa a combater a pirataria.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br