Testamos o Lumia 925, o smartphone com Windows Phone sucessor do 920

Tela do Lumia 925 tem 4,5 polegadas e revestimento Gorilla Glass

Estivemos com o Lumia 925 em mãos, um dos novos modelos da Nokia, e já adianta as suas primeiras impressões. Aos interessados, o smartphone estará disponível para venda a partir da semana que vem, nas cores preta e branca, e custará R$ 1.799. O evento de apresentação do Lumia 925 aconteceu nesta segunda (14), em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.


Testamos o Lumia 925, o smartphone com Windows Phone 8 sucessor do 920

Design

A opção pelo revestimento de alumínio foi uma novidade bem-vinda trazida pela Nokia em relação a seu antecessor, o Lumia 920. Com 139 g e espessura de 8,5 g, o aparelho, de fato, é leve e fino, o que possibilita o seu manuseio com uma mão só. A altura de 129 mm e largura de 70,6 mm não fogem muito dos últimos modelos apresentados pela empresa. O aparelho possui, ainda, três botões em suas laterais. Um ponto negativo do revestimento, no entanto, é a sensibilidade maior para absorção de marcas, o que deixa o celular com aspecto de sujo com frequência.

Hardware e desempenho

O display do 925 se destaca pela intensidade de brilho e pela aparente resistência a quedas e colisões. Com resolução de 768 x 1280 pixels, 4,5 polegadas e Gorilla Glass, o aparelho possui uma composição favorável ao que se propõe.

O smartphone apresentou um bom desempenho como um todo. Com uma boa sensibilidade ao toque, os comandos eram executados de forma efetiva e sem demora em resposta, além de funções fáceis de serem encontradas no menu. O bom funcionamento tem suas raízes no processador de dual-core 1,5 GHz e na RAM de 1 GB que, apesar de formarem um conjunto tímido se comparado a outros aparelhos, são suficientes para rodar o Windows Phone 8 com tranquilidade. Mesmo com essas vantagens, a memória interna do aparelho é restrita a 16 GB, já que não há slot de expansão microSD. Trata-se de um ponto que pode afastar futuros usuários.

Câmera

Como já esperado, o Lumia 925 tem como diferencial a potência de sua câmera. Nesse quesito, o 925 não fica muito atrás do Lumia 1020 e pode ser uma excelente opção para os amantes de fotografia que não podem desembolsar os R$ 2.399 cobrados pelo top de linha.

Em primeiro lugar, a resposta ao comando de foto é imediata e sem atrasos, o que é uma grande vantagem para quem não quer perder o momento. Com um sensor Pure View de 8,7 megapixels, a câmera principal também possui as seis lentes Carl Zeiss Tessar presentes do 1020, que promete o destaque no mercado em fotos de ambiente noturno. Apesar do sol a pino carioca impossibilitar o teste noturno, tiramos uma foto com a câmera frontal em ambiente fechado, com pouca luz e o resultado foi bastante satisfatório.

O flash de LED duplo também cumpre bem a sua função, pois apresenta uma função difusora de luz que impede o esbranquiçamento exagerado nas fotos e o achatamento dos planos. O zoom de até 4x também pode ser um aliado do usuário, já que, em teste, apresentou um ótimo desempenho, sem granular as fotos a ponto de perder a nitidez ou prejudicar a saturação das cores.

Além destas vantagens, a câmera ainda apresenta a possibilidade Manual, na qual o usuário poderá alterar o tempo de exposição, o balanço de branco, a abertura do diafragma e o valor do ISO. Aos que preferem não interferir na imagem até seu resultado final, também há a opção automática.

Disponibilidade

O Lumia 925 chegará ao longo das próximas semanas por diversas regiões do país, pelos mesmos postos de venda do 1020. O preço do smartphone será R$ 1.799. Vale lembrar que o aparelho é compatível com a rede 4G brasileira.

Fonte: Tech Tudo