Venda global de tablets cresceu 68% no ano 2013, afirma estudo

Venda global de tablets cresceu 68% no ano 2013, afirma estudo

O mercado começou a ganhar força com o lançamento do primeiro iPad, da Apple

As vendas globais de tablets atingiram 195,4 milhões de unidades em 2013, o que representou um crescimento de 68% em relação ao ano anterior, de acordo com levantamento da consultoria Gartner.

O mercado começou a ganhar força com o lançamento do primeiro iPad, da Apple, em 2010. A companhia americana ainda liderou o mercado com a produção de seus aparelhos, mas seus sistema operacional iOS perdeu o primeiro lugar para os dispositivos com o sistema Android, do Google.

De acordo com a consultoria, a participação de mercado da Apple baixou de 52,8% em 2012 para 36% no ano passado. Mas em número de iPads, a companhia tenha registrado um crescimento em vendas de 14,5%, para 70,4 milhões de unidades.

A segunda fabricante em vendas de tablets foi a sul-coreana Samsung, com 37,4 milhões de unidades vendidas e participação de mercado de 19,1%, ante uma participação de 7,4% no ano anterior.

A terceira colocada foi a taiwanesa Asus, com 11,04 milhões de unidades vendidas e 5,6% de participação, ante 5,4% em 2012. Em seguida estão a Amazon (dona do Kindle Fire), com 4,8% de participação, e a Lenovo, com 3,3%.

Em relação aos sistemas operacionais, os aparelhos com o Android lideraram o mercado, com 61,9% de participação. As vendas desses dispositivos aumentaram 126,8% em 2013, chegando a 121 milhões de unidades. Em 2012, as vendas de tablets com Android representavam 45,8% do mercado.

Em segundo lugar no ano passado ficaram os tablets da Apple, com o sistema operacional iOS, com 36% de participação, ante 52,8% em 2012. As vendas de tablets com o sistema operacional Windows, da Microsoft, cresceram 247%, chegando a 4,03 milhões de unidades vendidas. A participação do sistema da Microsoft chegou a 2,1% do mercado global, ante 1% em 2012.

Na avaliação de Roberta Cozza, diretora de pesquisas do Gartner, 2013 foi um ano de disseminação nas vendas de tablets. A oferta de aparelhos a preços acessíveis foi o principal fator para o sucesso das vendas. Para 2014, ela considera que será crucial para os fabricantes desenvolver novos aplicativos e funções que tornem seus tablets diferenciados, de forma a fidelizar suas marcas e melhorar margens de lucro.

Fonte: UOL