Vendas de smartphone superam celular comum pela 1ª vez no Brasil

O relatório mostra as vendas de smartphones cresceram 110% no segundo trimestre do ano na comparação com o mesmo período do ano passado.

A venda de smartphones superou pela primeira vez a de celulares comuns no País no primeiro trimestre deste ano. Segundo estudo divulgado nesta quarta-feira pela consultoria de mercado IDC, de abril a junho foram vendidos aproximadamente 15 milhões de celulares no país. Deste total, 54% foram smartphones, contra 46% de feature phones (telefones celulares tradicionais).

O relatório mostra as vendas de smartphones cresceram 110% no segundo trimestre do ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Enquanto isso, os aparelhos comuns tiveram uma retração de 35%, puxando para baixo o crescimento total do setor, que apresentou um aumento de apenas 3% no período.

Para Leonardo Munin, analista de mercado da IDC Brasil, o crescimento de smartphones se deu pela ampliação de produtos em diferentes faixas de preço, o aumento das promoções e a maneira como os aparelhos estão sendo expostos tanto na operadora como no varejo. Ele também aponta o inicio da aplicação da desoneração fiscal (MP do Bem) para os produtores locais de smartphones como um fator importante, diminuindo os preços na ponta e alavancando as vendas.



O preço médio dos smarphones, que estava em torno de US$ 316 no primeiro trimestre, caiu para US$ 240, o que explica em parte a explosão de vendas e o fato desses dispositivos terem se tornado populares.

Do total de 8,3 milhões de smarphones vendidos no segundo trimestre, 90% eram dispositivos com sistema operacional Android. Os dados da IDC apontam também um significativo aumento da quantidade de celulares inteligentes com mais de um chip, que há um ano representavam 15% do mercado e hoje correspondem a mais de 40%.

Fonte: Terra