Confira verdades e mitos sobre Face; lista mostra os boatos mais populares

Aplicativos que prometem a instalação do botão dislike no perfil do Facebook são vírus

O Facebook é uma grande central de hoax ? boatos que se espalham em e-mails e redes sociais ?, devido à grande facilidade de compartilhá-los na rede. Boa parte deles são os mesmos dos tempos de Orkut e só mudam de nome. Outros são novos e divulgam notícias falsas sobre recursos e até cobrança de adesão. Veja a lista dos boatos mais populares.

1) O Facebook vai ajudar uma criança doente

Esse talvez seja o hoax mais antigo e mais comum da rede social. Um post com uma foto de criança que precisa de uma cirurgia solicita que os usuários curtam e compartilhem a imagem. A promessa é de que o Facebook dará uma quantia em dinheiro para o tratamento a cada clique. Essas informações, que se espalham rapidamente pela web, são falsas.

O boato até já virou motivo de piada. Os internautas criaram memes com personagens de desenhos animados brincando com estas publicações mentirosas que provocam comoção nos usuários da rede social que acreditam.

2) Facebook vai encerrar atividades

Outro boato recorrente é o fim do Facebook. Há anos, posts anunciam que Mark Zuckerberg irá encerrar as atividades do seu site de relacionamento e, geralmente, o falso texto do ?comunicado? ainda divulga a data do encerramento.

O motivo do fim da maior rede social do mundo seria o fato de que Zuckerberg entende que o site arruinou sua vida e que ele quer sua rotina de volta, pois não se importa com dinheiro.

3) Acesso a senha e conta do namorado (a)

Outro hoax que corre pela web é o que diz que o Facebook irá lançar um recurso que permite ao usuário acessar a conta de outra pessoa, desde que estejam em um relacionamento sério.

Os usuários poderiam acessar as duas contas com o mesmo login e senha, não podendo, apenas, excluir informações, fotos ou alterar dados do companheiro(a). O recurso, intitulado de ?Transparência no Relacionamento?, teria o objetivo de evitar traições no meio virtual.

4) Botão Dislike ou Não Curti

Aplicativos que prometem a inserção do tão requisitado botão "Não curti", ou Dislike (em inglês), no Facebook são, na verdade, farsas ou até vírus disfarçados de apps.

Esses aplicativos maliciosos, se forem instalados, roubam dados do usuário; além de espalhar mensagens infectadas para todos os contatos do internauta.

Segundo boatos, o botão Dislike só poderia ser visto por quem já tivesse instalado essa funcionalidade em sua conta. Com isso, muitas pessoas instalaram o vírus e continuam caindo em ciladas como essas.

E, apesar da rede social já ter bloqueado alguns desses aplicativos, há outros novos que aparecem quase que diariamente. Portanto, é bom ficar atento a promessas de Dislike.

5) Mude a cor do Facebook

Quase todos os usuários do Facebook já receberam o convite para instalar um aplicativo que permite mudar a cor do perfil na rede social. Trata-se de mais um vírus disfarçado que causa as mesmas consequências do aplicativo do botão "Não curtir": roubam as informações do usuário e também espalham a mensagem em nome dele pela rede social, sem autorização.

Ou seja, é mais um mito; seu perfil não vai mudar de cor. Ele é e sempre será todo azul.

6) Facebook cobrará taxa de serviço

O hoax sobre a futura cobrança para o uso do Facebook é antigo. Este tipo de boato surgiu ainda nos tempos em que o Orkut reinava entre as redes sociais. Ou seja, há mais de dez anos. Segundo a falsa notícia, seria cobrada uma taxa de adesão ? cada época que surge o boato, o valor é alterado ? para continuar usando o Facebook. E o próprio site desmente a possível cobrança em sua página de ajuda e garante que o serviço sempre será gratuito.

7) Veja quem visitou seu perfil

Este é mais um embuste disfarçado de aplicativo. Existem diversos deles na rede social prometendo a possibilidade de visualizar quem visitou o seu perfil recentemente, como acontece no Orkut.

Eles até exibem uma lista de amigos aleatórios, o que causa a falsa sensação de que o aplicativo realmente funciona. O objetivo deste é gerar um efeito viral de links publicitários que geram retorno financeiro.

Este é mais um hoax que também já foi desmentido pelo Facebook. O site pede, ainda, para que os usuários denunciem caso tenham encontrado este tipo de aplicativo na rede social.

8) Os anunciantes têm acesso às minhas informações pessoais

De acordo com o Facebook, o direcionamento de anúncios é feito de forma anônima pelo sistema, e não há qualquer tipo de compartilhamento de informações pessoais com os anunciantes. Estes últimos apenas direcionam a área demográfica para os que desejam fazer suas publicidades, por fim, as associa automaticamente ao público-alvo selecionado.

9) Os comentários do Facebook podem ser visualizados no Google

Frequentemente aparecem notícias falsas sobre dados do Facebook que podem ser vistos em buscas no Google. Uma das farsas diz que os comentários em posts, fotos e vídeos na rede social estariam disponíveis nas pesquisas feitas no maior site de busca da Internet.

?Pessoal, o Facebook mudou: todos os comentários, os cliques sobre ?curtir? serão a partir de agora públicos no Google?, diz a mensagem falsa que se espalhou pela rede social.

?Gostaria que fizessem um favorzinho: ? passem o cursor por cima do meu nome, esperem que a pequena janela se abra, cliquem sobre ?assinado? e retirem a subscrição de ?comentários e opções curtir?. Se me pedirem, farei o mesmo, e desta maneira os nossos comentários sobre amigos e família não serão tão divulgados! Obrigada e gostaria que me informassem se o fizerem!?, completa. O site já desmentiu o boato envolvendo o Google.

10) Propriedade de direitos autorais no Facebook

Quem já postou ou nunca viu os seus amigos postando um aviso no Facebook anunciando a sua propriedade de direitos autoriais sobre todos os conteúdos publicados? Pois saiba que esta mensagem tão divulgada não passa de uma pegadinha. O boato sugere ao usuário que publique o aviso em sua Linha do Tempo para que o Facebook não venda e não use o conteúdo postado por você em publicidade, por exemplo. Esse é um hoax bem parecido com aquele que sugeria a mudança do site de uma empresa para uma entidade de capital aberto.

Fonte: Tech Tudo