Whats é retirado da loja do Windows Phone e deixa usuários apreensivos

A notícia deixou os usuários do sistema da Microsoft apreensivos graças à falta de informação

O aplicativo de mensagens WhatsApp foi retirado da loja do Windows Phone na tarde deste sábado (18). A notícia deixou os usuários do sistema da Microsoft apreensivos graças à falta de informação durante todo o dia, gerando boatos em redes sociais e até venda de aparelhos por preços exorbitantes. No entanto, apenas na manhã deste domingo, a equipe do aplicativo se pronunciou sobre o assunto.


WhatsApp é retirado da loja do Windows Phone e deixa usuários apreensivos

Em entrevista ao site Windows Phone Central, a equipe responsável pelo WhatsApp explica que o app foi retirado por questões técnicas. Segundo alguns usuários, o aplicativo deixou de funcionar em seus smartphones após a atualização para o Windows Phone 8.1 Preview, o que gerou uma onda de críticas e denuncias na página do aplicativo na loja do sistema. No entanto, os desenvolvedores afirmam que estão ?trabalhando com a Microsoft? para resolver isso.

A demora das informações, porém, gerou comoção nas redes sociais. Alguns boatos recomendavam que usuários desinstalassem o aplicativo para ter acesso à uma versão de testes fechada do WhatsApp, o que impossibilitava o aparelho de voltar a usar o serviço. Outros internautas chegaram até a oferecer seus aparelhos com o aplicativo por preços exorbitantes na internet, de forma semelhante ao ocorrido na retirada do Flappy Bird da App Store e Google Play.


WhatsApp é retirado da loja do Windows Phone e deixa usuários apreensivos

Esta não é a primeira vez que o WhatsApp é retirado da loja do Windows Phone. Em 2012, a Microsoft removeu o mensageiro da loja por problemas de segurança. No entanto, a grande expectativa dos usuários do sistema é que a versão beta do WhatsApp, fechada aos usuários, seja disponibilizada para todos em breve. A atualização traria algumas funções presentes no aplicativo do Android e iOS para o Windows Phone e melhoraria problemas de desempenho. A empresa, porém, não confirmou quando este será liberado.

Fonte: Tech Tudo